Rede de Notícias

UFOP entre as melhores do Ranking

Na classificação geral do ranking das melhores universidades federais, a Universidade Federal de Ouro Preto aparece na 34ª posição. Já em relação às 11 universidades federais do estado de Minas Gerais, está em sexto lugar. Produzido pelo jornal Folha de S. Paulo desde 2012, o RUF é uma avaliação anual dos cursos de graduação das universidades, centros universitários e faculdades brasileiras. A partir de dados recolhidos de instituições e avaliações nacionais, como Enade, Inep, Capes, Inpi, CNPq, SciELO e Datafolha, a pesquisa responde a cinco indicadores, que compreendem ensino, pesquisa, inovação, internacionalização e mercado. (Portal da Cidade – Mariana)

Nome do Sul de Minas em destaque

O lavrense Antônio Claret de Oliveira Júnior é um dos nomes ventilados para concorrer a Prefeitura de Belo Horizonte, pelo Partido Novo. Claret Júnior é advogado e empresário e hoje ocupa a presidência da Arsae, agência reguladora da área de saneamento básico em Minas Gerais, e vem fazendo destacado trabalho de defesa do saneamento básico mineiro e dos direitos do cidadão frente a Copasa que cobra muito e entrega pouco. A liderança de Claret Júnior começou na Federação das Indústria de Minas Gerais – Fiemg onde foi presidente de conselho setorial da Indústria, depois na Ordem dos Advogados do Brasil, onde também foi presidente de Conselho temático. (Rede Sindijori)

Experiência no Governo do Estado

No governo Zema, Claret Júnior passou pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente, no período mais crítico da tragédia de Brumadinho, onde acompanhou de perto o maior problema ambiental da história recente e se destacou para assumir a presidência da Arsae. Em poucos meses de trabalho já coleciona respeito e elogios até de adversários do governo estadual na Assembleia. Oriundo da iniciativa privada, Claret Júnior é do setor de reflorestamento e imóveis, tem o perfil buscado pelo Partido Novo para as eleições. (Rede Sindijori)

Projeto “Circolando” nas escolas

O projeto Circolando vai passar por três escolas da rede municipal de Uberaba levando apresentações e oficinas de arte circense, utilizando materiais reciclados e propondo que os alunos aprendam a produzir seus próprios equipamentos. Na semana passada (10), a Escola Municipal Reis Júnior, às 9h45, recebeu a equipe do projeto. No dia seguinte, sexta-feira, às 14h, esteve na Escola Gastão Mesquita Filho e, nesta sexta-feira (18), vai estar na Escola Ricardo Misson. Esta ação é iniciativa da Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Arte e Cultura. O projeto conta com apresentações e oficinas de arte circense, utilizando materiais reciclados de responsabilidade da equipe executora. (Jornal de Uberaba)

Obras de grandes artistas em MOC

A abertura da Exposição “Insustentável: Um Eco na Arte” foi realizada na semana passada (10), às 19h, no Hall do CCSA – Unimontes. Em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão, a Associação dos Amigos do Museu Regional do Norte de Minas, criada para apoiar ações culturais, a exposição traz a público obras significativas, que fazem parte do acervo do Museu Regional do Norte de Minas/Unimontes. As obras expostas carregam uma discussão que continua viva e necessária. Tratam de temas acerca da ecologia, desenvolvimento sustentável e preservação dos recursos naturais. Nas obras expostas, é possível observar o diálogo de artistas de 15 nacionalidades que tratam do tema sob diversos olhares. (Jornal O Norte – Montes Claros)

Campanha pede escola cívico-militar em Monlevade

Uma petição lançada pela internet pede a implantação de um colégio cívico-militar em João Monlevade. A petição, lançada pelo núcleo da cidade do grupo Direita Minas, solicita a implantação de uma escola nos moldes propostos pelo Ministério da Educação. A ministração dos conteúdos vai ser feita, em sua maioria, por professores civis, seguindo os parâmetros estabelecidos pelo MEC. No entanto, a administração da escola vai ficar por conta das forças militares, podendo ser o Exército, a Marinha, a Aeronáutica ou a Polícia Militar. (A Notícia- João Monlevade)

Ação celebra os 518 anos de Velho Chico

Para celebrar os 518 anos de descoberta do Rio São Francisco, comemorado, oficialmente, em 4 de outubro, Lagoa da Prata vai realizar uma descida ecológica às margens do rio nos dias 19 e 20 de outubro. O grupo vai sair de Lagoa no sábado, 19, às 9h, onde vão seguir em direção ao rio. Durante a ação, vai haver coleta de lixo ao redor e nas águas. Além disso, também vai ter plantação de árvores no local. A mobilização em prol do rio está sendo organizada por Hemerson Kennedy, da coluna Papo de Pescadô. (Jornal Cidade MG – Lagoa da Prata)

Surto de dengue em JF o maior desde 2016

A dois meses do início do verão e com a aproximação do período chuvoso, inclusive com a ocorrência de precipitações já nesta semana, aumenta a preocupação com a possibilidade de novo surto de dengue em Juiz de Fora. Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) apontam para a ocorrência de mais de seis mil casos prováveis na cidade somente neste ano, com 13 óbitos confirmados, fazendo de 2019 um ano epidêmico para a doença, com o maior número de registros desde 2016. A circulação de um novo sorotipo de dengue e a falta do fumacê, aguardo pelo Município desde junho, aumentam a necessidade de intensificar o combate ao Aedes aegypti. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)