COPASA é alvo de críticas dos moradores do distrito de Angustura

Raro tem sido o dia em que moradores do distrito de Angustura não tecem uma crítica ao serviço que a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) presta ao distrito de Angustura. Desde de assumiu os serviços de distribuição e tratamento do precioso líquido naquela localidade, os reclamos são constantes.

Com um tanque de armazenamento de água de 30 mil litros afixado no alto do Morro do Cruzeiro, num local de difícil acesso até para tratores, no último final de semana a empresa novamente foi alvo de críticas provocadas pelo receio de parte dos moradores que estão apreensivos com a segurança do local. Segundo os moradores, o que foi constatado pelo semanário ALÉM PARAHYBA que esteve no local, o gigantesco tanque está apenas apoiado e não afixado em uma pequena laje de concreto que, é o que tudo indica, não possui uma fundação adequada para receber tanto peso. Não bastasse, durante todo o último final de semana milhares de litros d’água caiam do “ladrão” do reservatório ao solo, provocando erosão no terreno ao redor que com o passar do tempo pode provocar o tombamento de toda aquela estrutura, o que certamente resultará numa grande tragédia devido o número de residências que existem abaixo.

Vale ainda ressaltar, o reservatório possui inúmeros pontos tomados pela ferrugem, minando água através de alguns furos. Uma outra situação denunciada pelos moradores é que o reservatório foi instalado em terreno particular e que a empresa vem se negando a indenizar seus proprietários.

Na busca de informações de quais providências estariam sendo tomadas pela municipalidade no sentido de cobrar da empresa concessionária dos serviços na localidade, os moradores entrevistados afirmaram que a Sub-Prefeitura em momento algum de manifestou no sentido de buscar uma solução para o caso. Segundo a direção da Associação de Moradores, por inúmeras vezes a empresa teve questionada a segurança do local. Inclusive, na audiência pública realizada dias atrás na Câmara Municipal de Além Paraíba, onde a COPASA teve questionada várias de situações dentro do município, a Associação de Moradores apresentou inúmeras fotografias da situação que é vivenciada diariamente no distrito alemparaibano de Angustura.

(Publicado na edição 1072, de 23/10/2019)