Gasto com diárias no município de Santo Antônio do Aventureiro é alvo de críticas

Paulo Roberto Pires, prefeito de Santo Antônio do Aventureiro, gastou em menos de dois anos R$ 9,.940,00 com diárias. Seu sobrinho Altivo Carlos Pires, agente público na Prefeitura de Santo Antônio do Aventureiro, gastou mais de R$ 26,5 mil de diárias em menos de dois anos.

Para um município que praticamente depende dos recursos financeiros originários do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e outros programas dos governos federal e estadual, onde sua folha de pagamento chega a ultrapassar o prercentual máximo do que é permitido pela atual Legislação, o vizinho município de Santo Antônio do Aventureiro tem apresentado um gasto bastante excessivo no que diz respeito as diárias utilizadas por parte de seus agentes públicos titulares de secretarias.

A informação foi repassada ao semanário através de uma correspondência e cópias de itens existentes no Portal da Transparência, esses devidamente confrontados diretamente no dito Portal, valendo ressaltar que no ano de 2017 nenhum valor está registrado em seus demonstrativos e no ano de 2019 o apresentado somente chega até abril, com o titular de uma secretaria acumulando um gasto com diárias equivalente a mais de duas vezes e meia o que o prórpio Chefe do Executivo Municipal, prefeito Paulo Roberto Pires, gastou em igual período.

Aliás, vale registrar, na correspondência é informado que o dito secretário quase nunca é visto na sede da municipalidade. “Ele deve ser uma sumidade em assuntos relacionados a todo e qualquer município brasileiro, tamanha é a quantidade de cursos que participou e participa”, foi salientado na corrrespondência.

Com os dados em mãos, devidamente confrontados com o existente no Portal da Transparência, o semanário ALÉM PARAHYBA divulga os números gastos com diárias pelos agentes públicos do município de Santo Antônio do Aventureiro:

PAULO ROBERTO PIRES (prefeito municipal)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 8.140,00; 2019 (janº a abril) – R$ 1.800,00. TOTAL – R$ R$ 9.940,00.

ÁLVARO SÉRGIO ZÓFFOLI (vice-prefeito)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 814,00; 2019 (janº a abril) – R$ 0,00. TOTAL – R$ 814,00.

ALTIVO CARLOS PIRES (secretário municipal de Administração, agora também ocupando a titularidade na pasta de Assistência Social)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 18.665,59; 2019 (janº a abril) – R$ 7.930,00. TOTAL – R$ 26.595,59.

OSMAR TADEU PIRES DE MATOS (secretário municipal da Fazenda)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 12.751,00; 2019 (janº a abril) – R$ 4.800,00. TOTAL – R$ 17.551,00.

MORIZALBER GOMES LUIZ (chefe de Gabinete, acumulando a titularidade na pasta de Obras, Serviços e Transportes)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 11.575,76; 2019 (janº a abril) – R$ 1.200,00. TOTAL – R$ 12.775,81.

LUCAS LUCIANO FURTADO DE MIRANDA (Procurador)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 3.527,00  (janº a abril) – R$ 400,00. TOTAL – R$ 3.927,00.

ADRIANA CARMINATE ALMEIDA FURTADO (secretária municipal da Educação, Cultura, Esportes, Lazer e Turismo).

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 2.442,00; 2019 (janº a abril) – R$ 600,00. TOTAL – R$ 3.042,00.

MARIA ENI RESENDE CUNHA (secretária da Saúde)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 0,00; 2019 (janº a abril) – R$ 0,00. TOTAL – R$ 0,00.

ANTÕNIO FLÁVIO DE SÁ FERREIRA (secretário da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 0,00; 2019 (janº a abril) – R$ 0,00. TOTAL – R$ 0,00.

FLÁVIO EDUARDO COELHO PIRES (secretário municipal de Assistência Social)

2017 – R$ 0,00; 2018 (janº a dezº) – R$ 0,00; 2019 (janº a abril) – R$ 0,00. TOTAL – R$ 0,00.

Observação 01: Flávio Eduardo foi exonerado do cargo através de ato do prefeito municipal. Em seu lugar assumiu, acumulando o cargo, o secretário municipal de Administração Altivo Carlos Pires.

Observação 2: O salário mensal (subsídio) recebido por cada agente público aventureirense totaliza o seguinte valor:

Prefeito – R$ 10.454,15

Vice-prefeito – R$ 5.227,08

Secretário e/ou chefe de gabinete – R$ 4.304,65

(VEICULADO NA EDIÇÃO 1073, DE 30/10/2019)