Biólogo alemparaibano é agraciado com a medalha IFEC de Cidadania

O biólogo alemparaibano Geraldo Majela Morais Sálvio.

O biólogo alemparaibano Geraldo Majela Morais Sálvio foi agraciado, na semana passada (30), no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro, com a “Medalha IFEC de Cidadania”. A condecoração é concedida a personalidades e instituições que possuem reconhecida ação nacional e internacional em prol da dignidade da vida sob todas as suas formas, colaborando efetivamente para um mundo melhor, tendo em vista o seu importante trabalho e sua contribuição, como referencial acadêmico e científico, nas áreas de sustentabilidade, desenvolvimento econômico e bem estar social.

Com um vasto curriculun em sua vida profissional, Majela Sálvio também recebeu, em 2016, do Senado da República Argentina e outras instituições e organismos integrantes do “Programa de Apoyo a las Iniciativas de los Gobiernos Locales – Relacionar”, a condecoração de “Gobernador Enrique Tomás Cresto” e o título de “Líder para el Desarrollo”, como reconhecimento ao seu trabalho e sua atuação no meio acadêmico e científico, nas áreas de sustentabilidade e desenvolvimento sócio-ambiental, na América Latina e Caribe.

Em 2017, reconhecido como conceituado e atuante ambientalista no Brasil, e como uma grande autoridade nacional dentro do tema Áreas Naturais Protegidas, o alemparaibano lançou o livro “Áreas Naturais Protegidas e Indicadores Socioeconômicos – O desafio da conservação da Natureza”.

Geraldo Majela Morais Sálvio também é o Coordenador/Organizador do “V SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO”, que ocorrerá na cidade mineira de Barbacena entre os dias 17 e 21 de novembro próximos, onde estão confirmadas as presenças de ambientalistas nacionais e estrangeiros, além de centenas de profissionais e estudantes que participarão de inúmeras palestras, debates, cursos e apresentações de trabalhos científicos.

Publicado na edição 1074 / Fonte: Sônia Carvalho / Foto: Rede Social