Investimento que será feito no terreno onde funcionava o Vassourão pode ser taxado de uma faca de dois gumes

Datado de 23 de abril último, foi firmado entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT e a Prefeitura Municipal de Além Paraíba um Termo de Cessão de uso gratuito do terreno existente atrás da Estação Ferroviária de Porto Novo, local também conhecido por Vassourão, até um mês atrás utilizado por crianças, jovens e adultos para a prática do futebol estilo várzea, o que não mais acontece porque a municipalidade destruiu literalmente o local no sentido de promover uma prova de motocross.

Vale ressaltar, em entrevista num programa de rádio da cidade, o prefeito Miguelzinho afirmou que irá promover obras de urbanização no dito local utilizando recursos próprios da municipalidade, algo em torno de dois a três milhões de reais, dinheiro que, diante dos ditames do Termo de Cessão, seria melhor aplicado se gasto nas áreas da saúde, educação e outras.

Explicando: após observar atentamente o Termo de Cessão firmado entre o DNIT e a municipalidade, na sua cláusula 4ª está explicitado que o “TERMO PODERÁ SER REVOGADO A QUALQUER TEMPO POR DECISÃO DO CEDENTE”, no caso o órgão federal, inexistindo qualquer garantia de ressarcimento ao município dos valores ali gastos, daí tal investimento poder ser taxado de uma faca de dois gumes. O Termo de Cessão está assinado pelo Diretor de Infraestrutura Ferroviária, Marcelo Almeida Pinheiro Chagas, e o prefeito alemparaibano Miguel Belmiro de Souza Júnior.

NOTA DA REDAÇÃO: A Câmara Municipal de Além Paraíba tem conhecimento de tal situação e até o momento (fechamento desta edição) não formalizou qualquer manifestação sobre o assunto que poderá causar grande prejuízo financeiro aos cofres públicos municipais.