Encosta na Rua Adãozinho volta a oferecer perigo de desabamento após a forte chuva que caiu ontem (quinta-feira 06/12/2019)

A forte chuva que caiu ontem (quinta-feira / 06 dezº), novamente trouxe a intranquilidade para os moradores da Rua Adãozinho, altura do nº 20, onde da encosta ali existente pedras rolaram e novas fisuras foram reveladas mostrando que se nenhuma atitude urgente for tomada uma tragédia poderá acontecer.

O problema existe já de longa data sem que a municipalidade tome qualquer providência responsável que acabe com o problema que exista faz longos anos. As poucas medidas tomadas pela Secretaria Municipal de Obras do atual governo foram paliativas, a última no ano passado, quando o titular da Pasta ainda era o engenheiro Ricardo Oterro que atendeu um pedido do editor do ALÉM PARAHYBA, inclusive enviando a Flávio Senra uma correspondência comunicando que o serviço que poderia realizar no momento não resolveria o problema, isto porque o município não teria recurso financeiro para obra necessária, de grande magnitude, já que seu custo atingiria alguns milhões de reais.

Enquanto isso acontece, é de conhecimento geral que o prefeito Miguelzinho pretende gastar mais de R$ 2 milhões no local apelidado de “Vassourão”, uma obra desnecessária num terreno que sequer pertence ao município. Tal obra, taxada pelas esquinas de eleitoreira, que, aliás, destruiu contra a vontade de boa parcela da população um local que servia de lazer e entretenimento não só para os moradores dos bairros limítrofes ao “Vassourão, mostra que ainda está em andamento somente para satisfazer o ego do chefe do Poder Executivo Municipal e seu staff.

Vale ainda ressaltar a latente omissão do chefe da Defesa Civil ao problema existente na Rua Adãozinho (ele nunca foi visto no local), pois ao invés de trabalhar pela prevenção somente dá as caras quando tragédias, geralmente anunciadas, ocorrem. Seu titular está sempre mais preocupado em postar mensagens em rede social, principalmente através do Facebook, tecendo comentários sobre o seu clube de coração, no caso o Fluminense, que neste ano quase caiu para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Seguem junto a reportagem, assinada pelo editor do semanário ALÉM PARAHYBA, Flávio Senra, algumas imagens que revelam as fisuras existentes na encosta localizada na Rua Adãozinho…

Fotos: Flávio Senra