Bairro Terra do Santo é palco de assassinato na virada do Ano Novo

A vítima, Vítor Ferreira Martins, 20 anos.

No limiar do primeiro dia do Ano Novo, policiais militares de Além Paraíba foram acionados a comparecer no bairro Terra do Santo onde, na Rua Sete, teria ocorrido uma briga entre alguns moradores que acabou resultando no assassinato de um jovem, vítima de uma facada.

Segundo o Boletim de Ocorrência emitido pelas autoridades policiais, ao chegarem no local encontraram o corpo de um homem caído ao lado de um veículo, bastante ensangüentado, sendo informado pela equipe de socorristas do SAMU que ele estava morto vítima de golpe de instrumento de corte contuso (faca) na altura do peito.

O autor da facada, Anderson Júnior, 22 anos.

Segundo relato de uma das testemunhas aos policiais militares, um grupo de moradores participavam das comemorações da passagem de ano quando um deles, de nome Anderson, mais conhecido por Budi, se desentendeu com outro também de nome Anderson Júnior, aí iniciando um atrito verbal que acabou sendo contornado por familiares.

Quando parecia estar tudo resolvido, com Budi se retirando do local, Anderson Júnior, 22 anos, resolveu segui-lo portando uma faca, ocasião em que algumas pessoas do grupo resolveram intervir. Ao intervirem, ainda teria relatado a testemunha, Anderson Júnior passou a desferir facadas, primeiramente atingindo no peito Vitor Ferreira Martins, 20 anos, a seguir um irmão menor deste que foi atingido nas costas e sua irmã, atingida de raspão no braço esquerdo. Vitor acabou morrendo no local, e seu irmão e sua irmã foram levados para o Hospital São Salvador, onde foram atendidos, a seguir liberados.

Após o ato criminoso, Anderson Júnior, ainda portando a faca ameaçadoramente, evadiu-se do local tomando rumo ao bairro Goiabal.

Com as vítimas socorridas no HSS, os policiais militares deram um intenso rastreamento em busca do autor das agressões, porém sem êxito. A Polícia Técnica de Leopoldina foi acionada, tendo comparecido ao local o perito Marcelo Valverde que realizou os trabalhos de praxe, encaminhando o corpo para o IML também de Leopoldina. Após a sua liberação, o corpo de Vitor foi entregue para seus familiares, sendo sepultado no dia 02 de janeiro no Cemitério Municipal.

Foragido das autoridades policiais, Anderson Júnior acabou se entregando na tarde da última sexta-feira, dia 03, na DP de Além Paraíba, acompanhado de um advogado, sendo liberado pela Polícia Civil já que o prazo de flagrante delito havia expirado. Até o momento do fechamento desta edição, na última segunda-feira (06), o autor do assassinato estava em liberdade.

Com informações do Blog de Adenilson Mendes e BO da Polícia Militar / Fotos: Rede Social

Veiculada na edição 1082, de 08/01/2020.