Aposentados do INSS precisam tomar cuidado ao usar caixas eletrônicos

Não existe hora, nem lugar para os aproveitadores entrarem em cena. Os golpistas estão por todos os lados e às vezes é difícil identificá-los.

Atualmente, vários tipos golpes estão sendo aplicados contra os aposentados, pensionistas e outros segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Um alerta muito importante, principalmente para os segurados do INSS: os golpes no país estão se direcionando cada vez mais para esta população, pois as quadrilhas de estelionatários se aproveitam da condição mais fragilizada destas pessoas para conseguir tirar dinheiro do segurado e até mesmo tomar empréstimos.

Todos os dias são registrados diversos casos. Toda hora surge um golpe diferente. E agora, a nova modalidade está acontecendo nos caixas eletrônicos. Portanto, fique atento.

Eles são elegantes

Antes de contar como o golpe acontece, explicamos que os golpistas são pessoas elegantes, simpáticas, educadas e sofisticadas, sempre estão bem vestidas para não levantar qualquer suspeita. Eles atuam em todos os bancos. Pode ser Caixa, Bradesco, Banco do Brasil ou qualquer outra agência. Para eles não importa muito o local.

O golpe?

Normalmente esse golpe acontece em um caixa eletrônico. Os golpistas chegam cedo ao local, observam as pessoas, escolhem as vítimas e atacam de uma forma bem sutil. O golpe acontece logo após a vítima realizar uma transação em um caixa eletrônico. Não tem lugar, nem hora. O segurado é abordado por um homem ou mulher muito educado (a) que logo informa que a pessoa deixou cair um comprovante que seria da operação.

No papel há uma mensagem informando que é necessário atualizar os dados bancários para evitar o cancelamento do cartão e que caso não faça a atualização, será cobrado uma multa de R$ 149,00. Após ler a mensagem bate o desespero no segurado do INSS e é exatamente neste momento, que os criminosos disfarçados de pessoas boas, se aproveitam dos segurados para oferecer ajuda e realizar a operação solicitada no comprovante. Até aí tudo ocorre normalmente.

A distração

Durante a ação solidária, os criminosos distraem os beneficiários, observam a senha e trocam o cartão da vítima por outro que não funciona. Já com o cartão e a senha em mãos, os golpistas passam valores altos em suas próprias máquinas de cartão, deixando um grande prejuízo para os beneficiários do INSS.

Várias pessoas foram vítimas desse golpe em bancos do Rio de Janeiro. Três homens aplicaram golpes em diversas pessoas em três bancos. A ação foi flagrada pela central de monitoramento das agências que acionou os policiais.

Ao chegar no local, os policiais conseguiram capturar os criminosos. No momento do flagrante, foram apreendidos Isaac Afonso Cohen, de 55 anos, Fernando Aguiar Gomes, de 47, e João Romão Filho, 64, vários cartões de crédito e débito, máquinas de cartão e comprovantes de operação com cartões de segurado do INSS.

Como se proteger?

·    Evitar sacar dinheiro em caixa eletrônico nos finais de semana

·    Não recorra a intermediários para fazer saque ou qualquer transação nos caixas eletrônicos.

·    Não deposite qualquer quantia para ter direito a algum benefício ofertado.

·    Não forneça seus dados pessoais a terceiros, já que essas informações podem ser utilizadas para fins ilícitos.

Muita gente não sabe, mas exite uma lei que prevê punição maior para quem aplica golpe em pessoas com mais de 60 anos. Estelionato é o crime de “obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”. Pelo Código Penal, a pena de reclusão varia de um a cinco anos, prazo que agora pode ser duplicado caso o estelionato seja cometido contra idoso.

Fonte e foto: Simões & Simões Online

Veiculado na Edição 1086, de 05/02/2020