Rede de Notícias

Campanha é lançada em Poços de Caldas

O estúdio Red Records lançou em Poços de Caldas a campanha nacional de combate ao feminicídio “#nenhumaame nos”. A iniciativa envolveu artistas e profissionais de diversos setores que, em um trabalho conjunto, pretendem contribuir para o despertar de uma conscientização ampla em relação aos abusos sofridos por mulheres e às ferramentas de proteção. De acordo com um dos idealizadores da campanha, Gilson Ghigiarelli, o objetivo foi despertar no público masculino uma percepção em relação ao comportamento abusivo e violento e, nas mulheres, o encorajamento para saírem destas situações. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)
Imagem banhada com aguardente
Há mais de 200 anos, o distrito de Morro Vermelho, município de Caeté, mantém tradição do “banho” da imagem do Senhor dos Passos, na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazareth. Na quarta-feira de Cinzas, em silêncio absoluto em sinal de respeito, sete homens entraram na igreja, em fila, carregando garrafas de aguardente, da mesma forma que fizeram os seus antepassados. Depois de retirar do altar a imagem, do século 18, ela foi despida e recebeu um banho de cachaça em toda a escultura de cedro. A medida, conforme reza a tradição, é para evitar que a madeira se deteriore ao longo dos anos, ou seja, alvo dos cupins. (Jornal Opinião – Caeté)

Novo sistema é implantado

Ouro Preto está implantando um inovador sistema de segurança e monitoramento por inteligência artificial, que começou a ser testado na semana de carnaval. O sistema denominado Polsec AI, além de possuir recursos já conhecidos como o reconhecimento facial – que alerta a polícia caso um criminoso procurado passe em frente a uma das várias Polsec espalhadas pela cidade -, tem algumas funções inéditas no Brasil, como o Dejavu – que seleciona e segue um suspeito automaticamente, podendo mostrar em poucos minutos de onde uma pessoa veio e para que local essa pessoa foi, permitindo realizar a prisão de criminosos e não deixando impune os infratores. (Jornal Ponto Final – Mariana)

Imóves do Projeto Jaíba regularizados

O prefeito de Jaiba, Reginaldo Silva, reivindicou o apoio do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Nelson Missias, na intervenção junto ao Governo do Estado de Minas para acelerar a regularização fundiária urbana e rural no município de Jaíba. Em reunião realizada recentemente, a Advocacia Geral do Estado e a Secretaria de Agricultura ficaram de enviar uma equipe para agilizar o processo, oficializando as escrituras aos proprietários de lotes agrícolas para os proprietários. (Folha de Jaíba)

MP inaugura novas instalações

O Ministério Público de Minas Gerais inaugurou, dia 20 de fevereiro, novas instalações para abrigar as respectivas Promotorias de Justiça das cidades de Nova Serrana e Divinópolis. Ambas as sedes contam agora com espaços adequados para promotores de Justiça e servidores do MP prestarem um melhor atendimento aos cidadãos nova-serranenses e divinopolitanos. A nova sede provisória, que foi locada, unifica os endereços do MPMG e proporciona um local de trabalho mais adequado e seguro para servidores e membros. No imóvel o MPMG conta com três andares exclusivos. (Portal Agora – Divinópolis)

Oncologia participa de estudo

A Unidade de Oncologia da Fundação São Francisco Xavier (Ipatinga), recebeu a aprovação para participar de um estudo científico internacional que visa à implementação de novas tecnologias no tratamento do câncer. O estudo, que testa quimioterapia associada à radioterapia para câncer de pulmão avançado, vai ser iniciado ainda neste mês. Dessa forma, o HMC passa a contar com uma opção terapêutica, moderna, disponível somente nos grandes centros mundiais de tratamento oncológico. “Desde 2018, participamos de oito estudos internacionais, sendo beneficiados diversos pacientes que tiveram acesso a medicamentos de alto custo e tratamentos de radioterapia de alta tecnologia”, diz o coordenador da Pesquisa Clínica, Luciano de Souza Viana. (Diário do Aço – Ipatinga)

Iniciativas promovem melhorias

Após representação judicial do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o município de Açucena, no Vale do Rio Doce, promoveu uma série de medidas para melhorar a estrutura e o funcionamento do serviço de acolhimento institucional e familiar para crianças e adolescentes. Entre as medidas adotadas estão a contratação de psicóloga para atendimento exclusivo, a aquisição dos laudos do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária e a troca de mobílias que se encontravam em mau estado de conservação. A iniciativa foi da Promotoria de Justiça de Açucena, com o apoio da Coordenadoria Regional de Defesa da Educação e dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes do Vale do Rio Doce (Credca-VRD). (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Veiculado na edição 1090, de 04/03/2020