sexta-feira, maio 24, 2024
DESTAQUELOCAISNOTÍCIASREGIÃO

Avião vai trazer para Minas 1,6 milhão de testes rápidos de Covid-19 da China

Produtos serão destinados a um laboratório mineiro, que não teve seu nome divulgado

Por GABRIEL MORAES28/05/20 – 21h23

Azul
Airbus A330-900neo decolou na tarde desta quinta-feira (28) do aeroporto de Viracopos, em Campinas. Foto: Azul / divulgação

Está previsto para pousar na próxima segunda-feira (1) no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, um avião trazendo da China 1,6 milhão de testes rápidos de Covid-19. Essa é a segunda operação desse tipo em aproximadamente um mês, mas a compra foi feita por uma empresa diferente na época.

Segundo a Azul, empresa área que irá operar esse voo, o Airbus A330-900neo decolou na tarde desta quinta-feira (28) do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, com destino ao Aeroporto Internacional de Qingdao Liuting, na província de Shandong. Ele fará duas escalas, uma na ida e uma na volta, em Amsterdã, na Holanda.PUBLICIDADE

Os testes serão destinados a um laboratório de Minas Gerais, que não teve o nome divulgado.

“Estamos muito orgulhos de cumprir essa nova operação, trazendo essa carga tão vital para o nosso país neste momento. Aproveito para agradecer o apoio dos órgãos reguladores e a confiança da Fly Easy, nosso Cliente”, afirma Izabel Reis, diretora da Azul Cargo Express.

Nessa operação cargueira para a China, a Azul Cargo Express conta com o parceiro logístico, a Fly Easy. “Já operamos aproximadamente 90 charters na luta contra o Covid-19 e é uma honra poder utilizar aeronaves de matrícula brasileira em operações que começam do outro lado do planeta para trazer recursos ao nosso país, além das operações regionais onde constantemente trabalhamos em cooperação com a Azul”, disse Kenny Schulz, diretor Comercial da empresa.

No dia 1º de maio, chegou a BH um outro voo da China carregado com cerca de 1,46 milhão de testes rápidos para Covid-19. Segundo a Celer Biotecnologia da Wondfo, responsável por essa importação anterior, os testes foram destinados a empresas privadas e grandes distribuidores do país.

Fonte: https://www.otempo.com.br/