Coronavírus é registrado em 60% das cidades mineiras e Estado tem 15,7 mil casos

Informações são do boletim diário divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES); no total, há 376 óbitos causados pela Covid-19 em Minas Gerais.

Por LUCAS NEGRISOLI | @LUCASNEGRISOLI

Com 764 diagnósticos e oito mortes confirmados nas últimas 24h, Minas registra 15.703 casos de coronavírus e 376 óbitos causados pela Covid-19 neste domingo (7). Dados são do boletim diário divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A doença continua avançando no interior do Estado, e foram registrados casos confirmados e/ou óbitos em 513 cidades mineiras. Com isso, 60% dos municípios de Minas Gerais são afetados pelo coroanvírus.

Segundo a pasta, o número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que pode ser causada pelo coronavírus, está 676% maior neste ano em comparação ao mesmo período de 2019.

Neste domingo, encerra-se a semana epidemiológica, padrão de referência para as medições da doença, que começou há sete dias.

O número de testes realizados no Estado, em média, continua 40 vezes menor do que o do Brasil, em relação ao tamanho da população.

Na semana passada, a SES divulgou um relatório informando que são feitos 239 testes por dia no estado.

Isso representa 6,4% da capacidade de exames que o sistema público poderia fazer. Pasta alega que há baixa demanda por testes.

Municípios mais afetados

A cidade mais afetada pelo coronavírus no Estado é Belo Horizonte, que soma 2.438 casos confirmados da Covid-19 e 59 mortes causadas pela doença.

Em segundo lugar, está Uberlândia, no Triângulo Mineiro, que registrou 1.118 infectados e 26 mortes.

Em seguida, há Juiz de Fora, na região Norte de Minas, com 692 casos confirmados e 37 mortes causadas pelo coronavírus.

Brasil

No Brasil, são 35.930 mortes causadas pela Covid-19 e há 672.846 infectados, segundo último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, às 21h51 desse sábado (6).

Fonte e foto: O TEMPO