Rede de Notícias

Sindicato quer volta às aulas

O diretor do Sindicato das Escolas Particulares do Nordeste Mineiro, Leonardo Lorentz, defende a volta às aulas em Teófilo Otoni. Para isso, vem negociando com do prefeito Daniel Sucupira e com o subprocurador do município. Ele lembrou que as aulas de forma presencial já voltaram em algumas cidades, citando como exemplo, Coronel Fabriciano, Ipatinga, e Governador Valadares, que já assinou decreto autorizando o início das aulas. Ele citou a existência de protocolos que possibilitariam o retorno pelo menos no modelo híbrido, ou seja, semipresencial. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

Nova forma de diagnóstico

Pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) estão desenvolvendo uma nova forma de diagnosticar o câncer de mama. A intenção é identificar o tumor através do sangue, em um processo menos invasivo, denominado de biópsia líquida. Uma das desenvolvedoras da pesquisa e doutoranda no Programa de Pós-Graduação de Genética e Bioquímica, Alinne Tatiane Faria Silva, explica que no lugar do método tradicional, que é a mamografia, a biópsia líquida coleta um tubo de sangue das pacientes. O material passa por uma centrífuga, que separa as suas partes, e um citômetro de fluxo, que as conta e classifica. (Diário de Uberlândia)

Projeto revoga cessão de terreno

Na segunda-feira, 08, os vereadores aprovaram um projeto de lei do Executivo que trata sobre um terreno cedido para a Receita Federal do Brasil. Como não houve utilização do lote, o Poder Executivo propôs a revogação dessa cessão. Com apoio unânime dos vereadores, o Plenário aprovou que fosse revogada a cessão de um terreno da Prefeitura Municipal de Guaxupé para a Receita Federal. O local seria destinado inicialmente para a construção de um edifício que abrigaria o órgão no município. (Folha Regional – Muzambinho)

Mais críticas a Zema

Na reunião de plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na quarta-feira, 10, vários deputados questionaram decisões do governador Romeu Zema. O adiamento do pagamento do 13º salário referente ao ano de 2020 foi uma das principais reclamações. Os parlamentares solicitaram que Secretaria da Fazenda informe o valor disponível em três contas do governo estadual no dia 1° de fevereiro e, ainda, mostre documentos sobre o fluxo de caixa. A razão para o pedido é que há suspeita de que o governo estadual tenha recursos suficientes para quitar o que deve aos servidores, mas, ainda assim, estaria se recusando a pagar. (Ascom ALMG)

Varginha inicia cadastro

A Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde – Semus – criou um link para que sejam atualizados pela internet dados cadastrais e endereços de pessoas com 90 anos ou mais para receberem a vacina contra a Covid-19. Trata-se de um pré-cadastro para a vacina. Quem não tiver acesso à internet deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência para confirmar os dados. O início do atendimento dessa faixa etária terá uma vacinação simbólica de um idoso acamado, se deu ontem. O município recebeu 930 doses para esse público. (Gazeta de Varginha)

Governador Valadares com nível de Alerta Alto

A Secretaria Municipal de Saúde publicou Portaria que coloca Valadares novamente no Nível de Alerta Alto do Protocolo Sanitário Municipal de Enfrentamento à Covid-19. Por essa razão, os estabelecimentos comerciais poderão funcionar com até 1/3 da capacidade total. A mudança de nível se deu após a avaliação do indicadores de incidência diária, taxa de aumento de mortalidade, taxa de transmissão e taxa de ocupação de leitos UTI-Covid, que ao todo deu 38 pontos, de acordo com a metodologia de cálculo utilizada pelo Comitê de Situação Epidemiológica. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Entrega de medicamentos cresce

A Prefeitura de Divinópolis ampliou o horário de entrega dos medicamentos na Farmácia Municipal, já no primeiro mês de 2021. O volume de atendimento cresceu 43% em janeiro, quando se compara com o mês de dezembro, após as adequações concretizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Uma das primeiras mudanças de 2021 foi estender em mais quatro horas o atendimento para a população. (Portal Agora – Divinópolis)