Censo 2021 do IBGE tem 39 vagas disponíveis para Além Paraíba

Há vagas para recenseadores e agentes censitários nas cidades da região.

O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – está disponibilizando 39 vagas temporárias para recenseadores e agentes censitários que vão trabalhar no Censo 2021 em Além Paraíba. Em todo o Brasil, são 204.307 vagas, com salários de até R$ 2,1 mil. Os editais foram publicados quinta-feira, 18 de fevereiro, no Diário Oficial da União. Há vagas para Leopoldina (57), Muriaé (111), Miraí (15), Cataguases (82), Ubá (118), entre outras da região.

A previsão de duração do contrato é de até três meses, que pode ser prorrogado, com base nas necessidades de conclusão das atividades do Censo Demográfico 2021 e na disponibilidade de recursos orçamentários.

Inscrições

Para as vagas de recenseador, as inscrições começam no dia 23 de fevereiro e vão até 19 de março, no site www.cebraspe.org.br/concursos/ibge_20_%20recenseador.  A taxa de inscrição é de R$ 25,77.

Para quem quer atuar como agente censitário municipal e censitário supervisor, as inscrições foram abertas nesta sexta-feira (19) até 15 de março no site www.cebraspe.org.br/concursos/ibge_20_agente.  A taxa de inscrição é de R$ 39,49.

Conheça os cargos disponíveis

Recenseador

Para a função de recenseador, é exigido ensino fundamental completo. O recenseador é o responsável por fazer o trabalho da coleta de dados por meio de entrevistas com os moradores. O recenseador não tem horário fixo. Espera-se que dedique ao menos 25 horas por semana, inclusive nos feriados e finais de semana.

A remuneração é calculada por produção, com base:

– no número de unidades visitadas;

– taxa de remuneração dos setores censitários;

– número de questionários respondidos;

– número de pessoas recenseadas.

Agente censitário

Para as funções de agente censitário, é exigido ensino médio completo. É ele quem gerencia o posto de coleta e, durante todo o trabalho do Censo Demográfico 2021, estará à frente de dois tipos de ações:

Administrativas – controle e gestão dos recursos humanos e materiais do Posto de Coleta;

Técnico-operacionais – gestor de uma equipe de Agentes Censitários Supervisores e recenseadores em que acompanhará e orientará a Coleta de Dados.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Além do salário, os agentes censitários terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais.

Fonte: Com informações do site Marcelo Lopes / Foto: Jornal Cruzeiro do Sul