Polícia Militar prende suspeitos no bairro Goiabal portando armas e munições

No início da madrugada de ontem (sexta-feira, 26, 01h50min), uma equipe de policiais militares realizava uma operação no bairro Goiabal com a finalidade de coibir o tráfico de drogas quando prenderam dois elementos por porte ilegal de armas de fogo.

O fato ocorreu na Rua Monsenhor Raul de Faria Cunha, local que segundo as autoridades policiais seria conhecido como “zona quente de criminalidade”, ocasião em deles, ao perceber a presença dos policiais, decidiu correr em direção ao interior de uma lanchonete para não ser abordado. Diante ao seu comportamento, foi dada a ordem para que ele parasse e permanecesse de pé, com as mão sobre a cabeça para que fosse realizada uma busca pessoal.

Durante a busca foram localizados numa bolsa que estava em seu ombro uma arma de fogo calibre 38, com numeração raspada, municiada e carregada com cinco munições intactas do mesmo calibre. Também no interior da bolsa foram localizadas mais cinco munições intactas de calibre.38 e um telefone celular Motorola de cor preta.

Logo a seguir, um segundo elemento que estava próximo levou a mão direita na altura da cintura, sendo possível perceber que ele estava portando uma arma de fogo. A ele também foi dada a ordem para que ele levantasse as mãos e virasse de costas para os militares, e para surpresa ele desobedeceu à ordem legal e saiu correndo pela citada rua, pulando diversos muros de residências.

Acompanhado pelos militares, ele acabou sofrendo uma queda numa escada e percebendo que seria alcançado lançou a arma de fogo no matagal, no quintal de uma residência. A seguir, o autor partiu em direção aos policiais militares desferindo socos, pontapés e empurrões na tentativa de continuar com a fuga,,mas foi imobilizado e algemado. A arma que portava, de calibre 38 e devidamente carregada, acabou sendo encontrada, valendo ressaltar que, devido a queda o elemento acabou apresentando escoriações nas pernas e nos joelhos, sendo socorrido e levado até o Hospital São Salvador para receber atendimento médico.

Os dois elementos acabaram recebendo voz de prisão em flagrante delito, tendo seus direitos constitucionais preservados, e foram conduzidos e apresentados, juntamente com os materiais apreendidos, na Delegacia de Plantão em na cidade de Leopoldina-MG.

Participaram da operação os seguintes policiais: Sgt Melo, Cb Grizoni, Cb Ederson, Cb Ederson, Cb Ronaldo, Cb Guilherme, Cb Serpa, Cb Marangon e Sd Elpes.

Fonte: PMMG e Blog Adenilson Mendes