Energisa oferece opções de parcelamento através de seus canais digitais

Economista orienta sobre negociação e pagamento a vista para organizar finanças.

Muitas famílias viram suas contas acumularem durante os meses da pandemia, que está impactando suas vidas de diferentes formas. E ao longo desse período, a Energisa tem adotado uma série de medidas para apoiar os clientes a manter as contas de energia em dia no cenário de crise econômica. A empresa está oferecendo parcelamento com condições especiais e facilidades de pagamento. Somente em 2020, em Minas Gerais, a Energisa realizou 18.522 negociações com os clientes, que já regularizaram suas contas atrasadas. Isso representa 50% a mais se comparado com o ano anterior (2019).

“Estamos passando por uma crise, o que causa uma desordem financeira. Por isso, é fundamental ter um planejamento mensal com hierarquia de contas, priorizando aquelas despesas fixas como as contas de água, luz e aluguel, por exemplo. Essas contas recorrentes não podem se acumular, porque chegam todo mês e isso pode virar uma bola de neve. Se não for resolvido, só tende a piorar com o acúmulo das contas e os encargos decorrentes do atraso”, explica o economista Mauro Ruy de Almeida, formado pelo Ibmec MG e mestrando em Economia e Finanças pelo Ibmec RJ.

A regularização de débitos com a Energisa está disponível para clientes residenciais, comerciais e rurais. A negociação pode ser feita com isenção de juros e encargos para pagamentos à vista. Outra opção é entrada de 30% e as demais parcelas podem ser distribuídas em até nove na própria conta de energia. Em caso de cartão de crédito, sem entrada e em até 12 parcelas.

“Além do parcelamento pelo cartão de crédito ou pelo auxílio emergencial, a Energisa está disposta a analisar as condições dos seus clientes. Estar em dia com a distribuidora evita as ações de cobrança, a suspensão do fornecimento ou a negativação do nome”, explica o gerente de Serviços Comerciais da Energisa Luciano Lima.

Para o especialista Mauro Ruy, campanhas sempre são bem-vindas, pois ajudam o cliente a diluir os débitos e diminuir os impactos. “Para quem tem contas em atraso, minha sugestão é: vamos organizar daqui para frente. Coloca tudo no papel e avalia. Veja quais os custos extras que podem ser cortados, negocie as dívidas em atraso de acordo com a sua possibilidade de pagamento e evite multa e juros. Para quem pode pagar à vista, esta é a melhor opção, pois fica livre dos encargos”, aconselha.

Negociação sem sair de casa garante mais segurança

E em tempo de pandemia, optar pelos canais digitais de atendimento garantem total segurança para a saúde dos clientes. Para negociar pela GISA, assistente virtual disponível 24 horas por dia pelo WhatsApp (32) 9 8426-1352, é só escrever a palavra  Parcelamento  e dar início à conversa. Se preferir pelo site, basta acessar a Agência Virtual em https://www.energisa.com.br/paginas/login.aspx, realizar o cadastro e selecionar a opção ‘Negociar Dívida’. No APP Energisa On, só clicar no ícone Parcelamento.

Fonte: Energisa Minas Gerais – Site Marcelo Lopes / Foto: Reprodução