Fiscalização da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro descobre mais de 40 leitos de UTI escondidos

Uma fiscalização do governo do Rio de Janeiro identificou mais de 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocultados por algumas cidades fluminenses da Central Estadual de Regulação (CER).

A ação, que foi iniciada na semana passada (quinta-feira/18), já inspecionou unidades de saúde em oito cidades. Até o último sábado (20), ao menos 381 pessoas aguardavam por um leito de UTI.

Segundo o secretário de Saúde do Estado do RJ, Carlos Chaves, a fiscalização vai continuar e os números exatos de leitos que não estavam à disposição da Secretaria Estadual da Saúde devem ser divulgados nos próximos dias.

“Essa fiscalização será contínua e não tem previsão para acabar. Precisamos de todos os leitos disponíveis para população fluminense”, declarou o titular da Pasta de Saúde Fluminense.

A fiscalização é realizada de surpresa nas unidades de saúde e o objetivo é incluir os leitos supostamente ocultos na central de regulação, para distribuir de forma equilibrada as vagas nas UTIs e atender toda a população fluminense, inclusive em caso de transferência.

A Secretaria Estadual de Saúde publicou em edição extra do Diário Oficial do Estado, em janeiro, uma resolução que criou a regulação unificada para leitos destinados a pacientes com Covid-19 em todo o território fluminense. A regulação feita pelo estado é o processo responsável por garantir o acesso ágil e de forma mais justa aos leitos hospitalares.

Fonte e foto: Pleno News / Jornal do Brasil On-line