Rede de Notícias

Servidores fazem manifestações

Servidores em 28 cidades polos realizaram nesta quarta-feira, 24, ato em defesa do direito dos trabalhadores da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais como grupo prioritário que é na campanha de Imunização covid-19. A decisão dos servidores se deu “após as calorosas argumentações dos deputados estaduais na Assembleia sugerindo desvios cometidos por trabalhadores da saúde. É preciso esclarecer à sociedade qual é o papel rotineiro dos servidores da SES-MG, bem como durante o enfrentamento da pandemia”, explica o presidente da Associação de Especialistas e Gestão da Saúde, Gustavo Bedran. (Jornal de Uberaba)

Legislativo de Formiga  conta com intérpretes

A Câmara Municipal de Formiga contará com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras), durante as transmissões das reuniões da Casa. A sessão ordinária da segunda-feira, 22, foi a primeira a contar com as intérpretes. A disponibilização das intérpretes obedece ao disposto na Resolução 347/2018, de autoria do vereador Cabo Cunha, que regulamenta a utilização do recurso na Câmara. “O meu objetivo ao apresentar o projeto foi proporcionar inclusão e acesso às informações do Poder Legislativo à comunidade surda”, comentou Cunha. (Nova Imprensa – Formiga)

53 pacientes esperam vaga em JF

O boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Juiz de Fora nesta quarta-feira, 24, registrou novo recorde no número de internações, com 622 pessoas em tratamento, sendo 219 pessoas em leitos de UTI Covid e 403 em enfermarias destinadas ao tratamento da doença. Além disso, segundo a Secretaria de Saúde, 53 moradores do município contaminados pelo coronavírus aguardavam vagas para internação, sendo 26 para leitos de UTI e 27 para vagas de enfermarias. Em mais um triste dia de dados, a cidade contabilizou novas 17 mortes decorrentes da doença. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Itabira busca abrir novos leitos

O prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, busca parcerias para aumentar 28 leitos de enfermaria no Hospital Municipal Carlos Chagas e mais 24 leitos no Hospital Nossa Senhora das Dores. Ainda, segundo a Prefeitura, serão disponibilizados 12 leitos de UTI na rede hospitalar, como medida emergencial. Os leitos de UTI e enfermaria nos dois hospitais estão com 100% da capacidade de lotação. Muitos pacientes são atendidos de forma improvisada. Para minimizar a crise provocada pela Covid-19, o prefeito analisou juntamente com o diretor clínico do Hospital Municipal Carlos Chagas, Rogério Mansueto e a equipe técnica, as melhores medidas para aumentar o número de leitos tanto de enfermaria, quanto de UTI. (Jornal A Notícia – João Monlevade)

Mariana ingressa em Consórcio

A Prefeitura de Mariana sancionou a lei nº 3.398 que autoriza o município ingressar no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), tomando mais um passo em busca da compra de vacinas contra o coronavírus. Com a medida, além da compra dos imunizantes, o município pretende adquirir medicamentos, insumos e equipamentos para a área da saúde. O plano municipal de vacinação, de acordo com a Secretaria de Saúde, já se encontra completo. O município depende agora da autorização do Governo Federal, que é responsável por liberar a venda. (Portal da Cidade – Mariana)

Justiça retira hidroxicloroquina

O medicamento hidroxicloroquina foi retirado do protocolo de tratamento precoce disponibilizado pela rede pública municipal de saúde de Uberlândia. A determinação foi do juiz federal Osmar Vaz de Mello da Fonseca Júnior, da 3ª vara Cível e Criminal da SSJ de Uberlândia, proferida nesta segunda-feira, 22. O juiz justificou a decisão constando no documento que “estudos científicos recentes indicam a existência de riscos substanciais na utilização da hidroxicloroquina, circunstância a aconselhar maior cautela cognitiva, afastando a possibilidade de sua prescrição no momento”. (Diário de Caratinga)

Ingaí há 47 dias sem covid

A Prefeitura Municipal de Ingaí, através do Departamento Municipal de Saúde e Gestão, Setores de Vigilância Sanitária e Vigilância Epidemiológica, informou que o município está há 47 dias sem registros de novos casos de covid-19. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo município no dia 19 de março, desde o início da pandemia, foram registrados 61 casos positivos da doença, sendo 58 curados e 3 óbitos. (Jornal Panorama – Baependi)