Vereadora e ex-secretário de Carmo (RJ) são presos em operação de combate a corrupção

Os dois, mais um empresário de Campos dos Goytacazes, são suspeitos de crime de corrupção.

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro deflagraram uma operação de nome “Chorume” na manhã desta quinta-feira (25), na cidade de Carmo, contra polítitos e empresas prestadoras de serviços de coleta de lixo envolvidas em um esquema de corrupção.

Na operação foram presos três pessoas, sendo uma vereadora e o ex-Secretário de Meio Ambiente do município carmense, e um empresário,

O nome da operação faz alusão ao churume, subproduto do lixo em decomposição. A ação foi motivada por meio de uma investigação que apura superfaturamento do contrato de coleta de lixo pela antiga gestão da Prefeitura do Carmo – leia-se César Ladeira, ex-prefeito.

Uma ação de inteligência coletou conversas telefônicas em que políticos negociavam a propina. Em uma das sessões na Câmara de Vereadores de Carmo, em dezembro de 2020, foi aprovado crédito suplementar para o pagamento dos serviços, que não foram prestados pela empresa de coleta de lixo, com sede em Campos dos Goytacazes, no norte do estado.

A vereadora carmense que foi detida pela Operação Chorume é Rita Estefânia Gozzi Farsura, a Faninha, filiada pelo PSC, foi eleita em 2020 com 390 votos. O ex-secretário de Meio Ambiente é Roberto Ribeiro.