Por mais leitos, capela de hospital em Leopoldina será transformada em enfermaria

Serão abertos 7 novos leitos e adquiridos 8 respiradores para UTIs Covid.

O recente aumento no número de casos de Covid-19 registrados na Casa de Caridade Leopoldinense (CCL) em busca de atendimento levou a direção do Hospital a buscar alternativas para ampliar a oferta de leitos clínicos. Atualmente são 25 leitos na enfermaria Covid e 19 de UTI Covid, além de 10 leitos de UTI tradicionais e, neste sentido, a Casa de Caridade Leopoldinense está otimizando providências para a abertura de mais sete leitos clínicos.

Os novos leitos serão montados na tradicional Capela do Hospital, que será transformada em enfermaria por falta de espaço e leitos na CCL. “Assim conseguiremos mais sete leitos para Covid”, informou o médico Cândido Ladeira, titular de Terapia Intensiva e também Responsável Técnico pelo CTI Covid e CTI Geral, e Médico Rotina do CTI Geral da Casa de Caridade Leopoldinense, ao site O Vigilante Online.

“Hoje estamos providenciando camas, colchões e oxigênio. Abriremos estes leitos clínicos na capela e assim passamos sete leitos da clínica médica para Covid”, explicou o médico, ainda sem confirmar a data em que o setor entrará em funcionamento. Cândido Ladeira acrescentou que mais oito respiradores já foram comprados para a UTI Covid. “Esses respiradores estão sendo liberados nesta quinta (25) pela fábrica, que fica no Sul do país e estamos providenciando o seu transporte”, confirmou o médico.

A Casa de Caridade Leopoldinense atende pacientes de Leopoldina e cidades vizinhas e conforme vem sendo noticiado, o percentual de ocupação dos leitos Covid-19 vem alcançando a marca de 100%. Os mais recentes Boletins divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Casa de Caridade Leopoldinense revelam que 38 pessoas seguem internadas com a suspeita ou confirmação de Covid-19, 18 em terapia intensiva e 20 em enfermaria. Ao todo, 14 pacientes internados naquela instituição de saúde são moradores de municípios da região. Até o fechamento desta matéria Leopoldina contabilizava 71 óbitos causados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

Fontee e foto: Jornal O Vigilante Online