Caiu ontem (28) o número de novos casos de Convid-19 em Além Paraíba – ZERO

Segundo Boletim Epidemiológico de ontem (27), número de óbitos chegou a 99, existindo ainda um caso em investigação.

Após uma semana com o número de novos casos da Covid-19 crescendo diariamente em números assustadores, 176 entre os dias 21 e 26 de março, ontem (27) nenhum novo caso foi registrado em Além Paraíba. Segundo o Boletim Epidemiológico nº 359, são 2.155 casos registrados durante toda a pandemia, com 1.961 recuperados, valendo ressaltar que na referida data são apresentados 987 casos suspeitos em investigação, com 795 casos suspeitos em isolamento domiciliar.

Infelizmente, o número de óbitos, segundo o BE, chegou a 99, com uma morte em investigação. No Hospital São Salvador a situação ainda é preocupante, com 42 pessoas internadas, 10 em UTI, Do total, 10 são de outros municípios (Santo Antônio do Aventureiro, Estrela Dalva, Pirapetinga, Sapucaia, Carmo e Juiz de Fora). Três alemparaibanos estão internados em unidades hospitalares de outros municípios da região, um, segundo informações oficiosas, em estado grave.

Óbitos em 2021 chegou a 72

O número de óbitos em Além Paraíba até 31 de dezembro do ano passado chegava a 26, segundo registros dos Boletins Epidemiológicos emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde. Já neste ano de 2021, entre o dia 1º de janeiro e ontem, 28 de março, foram registrados 72 óbitos, chegando a 99, com mais uma morte em investigação, certamente um dos maiores percentuais de crescimento de todo o país.

O número revela que houve abuso por parte da população no que diz respeito aglomerações, não atendimento às regras de segurança recomendadas, e porque não dizer pela falta de um planejamento no impor punições às pessoas que não as obedecem. Vale ressaltar, neste ano, num dos picos mais altos da pandemia, agentes públicos municipais do Executivo e do Legislativo Municipal, que deveriam dar o exemplo, foram flagrados em passeios e eventos fora do município. Daí, plagiando o dito popular, “tudo ficou como antes no quartel de Abrantes”.