Novo Auxílio Emergencial começará a ser pago nos dias 4 e 5 de abril

Para saber quem tem direito ao benefício, será aberta consulta dia 01/04.

O novo Auxílio Emergencial voltará a ser pago nos dias 4 e 5 de abril próximo. O valor dependerá da composição familiar, onde famílias com um único membro recebem R$ 150, aquelas com dois ou mais integrantes, R$ 250, e as chefiadas por mulheres, R$ 375. E a partir do dia 16 de abril recebem os inscritos no programa social Bolsa Família, com o calendário habitual de pagamentos, ou seja, nos últimos 10 dias úteis do mês.

Desta vez o auxílio será pago somente a famílias com renda per capita de até meio salário mínimo e renda mensal total de até três salários mínimos. O governo vai usar a mesma base de dados de quem se cadastrou para o programa no ano passado, pelo aplicativo ou pelo site da Caixa Econômica Federal, além daquelas pessoas inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) e no Bolsa Família.

Com a publicação do decreto federal que regulamenta a nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial ocorrida na última sexta-feira, 26 de março, bem como a divulgação dos aprovados, o calendário deve ser disponibilizado nesta última semana de março.

Consulta dos aprovados

Para consultar se você está aprovado para a nova rodada de pagamentos, será necessário acessar o portal de consultas da Dataprev que é a responsável por validar quem deve ou não receber o benefício este ano. A verificação estará disponível a partir de 1º de abril (quinta-feira). O processo de consulta é bem simples, basta seguir o passo a passo:

·         Acesse o Portal de Consultas

·         Nome completo

·         Nome da mãe (caso não tenha registro de mãe, basta selecionar a opção Mãe desconhecida)

·         Data de nascimento

·         Clicar em não sou robô e enviar

Por fim, é importante lembrar que apenas quem recebeu a ajuda em 2020 poderá fazer parte dos novos contemplados deste ano. Além disso, o governo não permitirá novos inscritos para a nova rodada do auxílio emergencial.

Fonte: Jornal Contábil e Istoé | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil