Rede de Notícias

Trimestre entre mais violentos

No primeiro trimestre de 2020, Araguari apresentou o menor índice de homicídios consumados dos últimos quatro anos, com três pessoas assassinadas entre os meses de janeiro e março.1 Em 2021, no entanto, o município está na contramão dos números positivos anteriores. Houve um aumento de 100% nos casos de homicídios consumados no primeiro trimestre. Além disso, foram registrados um feminicídio e dois latrocínios (roubos seguidos de mortes). Também ocorreram quatro homicídios tentados no período. (Gazeta do Triângulo – Araguari)

Um a cada três óbitos pela Covid-19

No primeiro trimestre de 2021, 1.653 óbitos foram registrados em Juiz de Fora. Deste total, 546 foram decorrentes da Covid-19. Com isso, o número de vítimas da doença representa cerca de 33% de todas as mortes ocorridas entre 1º de janeiro a 31 de março. O recorte foi feito com base nos dados do Portal da Transparência do Registro Civil e de reportagem anteriormente publicada pela Tribuna, que demonstrava que o quantitativo de óbitos confirmados para Covid-19 no primeiro trimestre do ano já superou o número de mortes ocorridas ao longo de 2020. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Abril tem maior média de infecções

A última atualização do Boletim Epidemiológico de segunda-feira, 5, que indica a situação da COVID-19 em Barbacena, foi disponibilizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesap). Com 175 casos confirmados em apenas cinco dias, o mês de abril já apresenta a maior média de infecções diárias da pandemia, sendo essa de 35 infecções por dia. No mês de janeiro, que agora ocupa a segunda posição, apresentou a média de 30 casos diários. De acordo com os novos dados, a doença confirmou mais um óbito no município, totalizando agora 129 mortes desde março de 2020. Em 24h, 27 pessoas foram positivadas, totalizando 4599 infecções, sendo 4274 dessas já recuperadas. (Folha de Barbacena)

Comerciantes protestam em Governador Valadares

Com faixas e cartazes nas mãos, um grupo de comerciantes, lojistas e vendedores ambulantes se reuniu na tarde desta segunda-feira, 5, em frente à Prefeitura de Governador Valadares, para se manifestar. O principal motivo da manifestação é a reabertura dos estabelecimentos para o público, situação que tem dificultado a continuidade das atividades. Já são 20 dias de restrições pesadas, devido à onda roxa, determinada pelo governo do estado. O movimento foi organizado por comerciantes do Mercado Municipal e camelôs, mas também compareceram ao ato empresários dos ramos de calçados, restaurantes, bares e donos de salões de beleza. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Profissionais terão atendimento em João Monlevade

A Secretaria de Saúde de João Monlevade estruturou um projeto de atendimento em saúde mental aos profissionais que trabalham na linha de frente da Covid-19. O objetivo é oferecer cuidados psicossociais e clínicos aos médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de enfermagem, ajudante de serviços gerais, dentre outros diretamente vinculados ao serviço. A proposta é direcionada aos funcionários do Hospital Margarida e do Centro de Referência em Covid-19 da Prefeitura. O projeto começou a funcionar no dia 31 de março. (Jornal A Notícia – João Monlevade)

Retomada da linha férrea é discutida

Por intermédio do secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Rodrigo Câmara, foi realizada na última segunda-feira, 29 de março, uma videoconferência com o secretário de Estado de Turismo, Leônidas Oliveira, o deputado Estadual João Leite, e demais membros que estão à frente da revitalização da linha férrea de Minas Gerais, para ampliar a discussão sobre a volta da malha ferroviária que liga a Capital mineira à Ouro Preto. Ressaltando o significado e a importância da linha férrea para os mineiros, o prefeito Angelo Oswaldo comenta que “o trem de ferro é a marca de Minas Gerais. Ele é um grande transportador de cargas e é importante sua retomada como uma alavanca do nosso progresso, mas no caso de Ouro Preto, também queremos esse trem para incrementar o turismo e ligar os nossos distritos”. (Jornal Voz Ativa – Ouro Preto)

Passa Quatro acata sugestões

A sociedade passaquatrense participará na elaboração do orçamento de Passa Quatro, sugestões deverão ser encaminhadas até 9 de abril. Historicamente, a Secretaria Municipal de Planejamento e Captação de Recursos realiza Audiências Públicas para receber a contribuição da população na elaboração das Diretrizes Orçamentárias. Mesmo neste momento excepcional não será diferente. (Jornal Panorama – Baependi)