IBGE suspende provas do concurso para Censo Demográfico

O Censo Demográfico é feito a cada dez anos e deveria ter ocorrido em 2020.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – suspendeu a realização das provas dos concursos para o Censo 2021. Segundo o IBGE, a medida ocorreu por conta de uma decisão do Congresso Nacional que reduziu em cerca de 96% o total de recursos destinados ao estudo.

Com isso, as provas objetivas do concurso para os cargos de agente censitário e recenseador não vão mais ser aplicadas nos dias 18 e 25 de abril como previsto. O órgão também diz que novas datas podem ser definidas mediante posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo Demográfico.

No dia 25 de março, a Comissão Mista de Orçamento junto com o Congresso Nacional, votaram a favor da proposta do Relator-Geral da Comissão pelo corte no orçamento do Censo Demográfico, que de acordo com o valor previsto na PLOA, de R$2 bilhões, foi reduzido em 90%, no comunicado feito pelo IBGE.

Em nota divulgada no dia 22 de março, o IBGE citou a importância das pesquisas em razão da pandemia: “O País necessita das informações geradas pelo Censo, que são essenciais para subsidiar políticas públicas em diversas áreas, especialmente em um contexto de pandemia, onde esses dados são estratégicos para o avanço da vacinação e para o planejamento de infraestrutura em saúde.”

Para a coleta de dados deste ano, o Instituto havia aberto um processo seletivo com mais de 180 mil vagas para pessoas trabalharem no Censo Demográfico. O Censo Demográfico, feito a cada 10 anos, deveria ocorrer em 2020 mas foi adiado por conta da pandemia.

Fonte: Site Marcelo Lopes | Foto: IBGE – Divulgação