BO confirma que motorista envolvido no acidente de ontem (06) nas proximidades do extinto Posto de Fiscalização não estava alcoolizado

Empresa e familiares do motorista poderão processar por calúnia, difamação e danos morais quem divulgou mensagem no facebook afirmando que o profissional do volante estava embriagado.

Ao contrário do que foi afirmado ontem (06) em rede social (facebook), de que o motorista envolvido no acidente ocorrido na BR-116, proximidades do extinto Posto de Fiscalização de Além Paraíba, estaria embriagado, no Boletim de Ocorrência Policial (BO) registrado sobre o fato as informações são de que o profissional do volante não apresentava sinais de embriaguês ou de uso de substâncias tóxicas.

Diante de tal fato, segundo informações obtidas junto a gerência da empresa, esta poderá entrar com uma ação judicial contra quem fez tal afirmativa, ação de danos morais, com pedido de ressarcimento financeiro. Ainda segundo outras informações, familiares do motorista afirmam que o mesmo poderá agir da mesma forma que a empresa, abrindo uma ação judicial por calúnia, difamação e danos morais, também com pedido de ressarcimento financeiro.

Tal atitude, deve ser levando em conta, é que a pessoas responsável pela denúncia de que o motorista estava bêbado sequer se dignou a desculpar-se na mesma rede social ao ter ciência de que sua afirmativa não seria verdadeira. Ao contrário, é o que parece, a mesma apagou a postagem inverídica, tentando fugir de sua responsabilidade.

NOTA DA REDAÇÃO

Que tal fato sirva de exemplo a todos que, sem qualquer prova real de fatos e habilitação de responsabilidade para divulgar notícias, passem a tomar cuidado quando usarem a rede social para noticiar algo envolvendo nome de empresas ou pessoas sem o devido cuidado. A Constituição Federal garante a Liberdade de Manifestação de Pensamento, mas também garante a punição severa a quem divulgar fatos irreais, como fakes, etc.