Dos 27 mortos em confronto com a Polícia no Rio, 25 tinham antecedentes criminais

Segundo informação revelada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, dos 27 indivíduos mortos na operação da última quinta-feira (06), na favela do Jacarezinho, 25 tinham ficha criminal e há provas de que os outros 2 também possuíam conexões com o tráfico.

Na tarde de sábado (08), foram divulgados os nomes de 27 suspeitos mortos na ação policial ocorrida na capital fluminense. No total, morreram 28 pessoas — incluindo o policial civil André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos.

Ainda de acordo com a Polícia, três dos indivíduos mortos constam na lista de 21 denunciados pelo Ministério Público por tráfico de drogas e eram procurados pela polícia: Richard Gabriel da Silva Ferreira, conhecido como “Kako”; Isaac Pinheiro de Oliveira, conhecido como “Pee da Vasco”; e Rômulo Oliveira Lúcio, conhecido como “Romulozinho”.

Eles seriam “soldados” do tráfico, servindo como braço armado da facção criminosa que domina o comércio de drogas no Jacarezinho. A polícia afirma que Kako e Índio estavam dentre os líderes do tráfico na região.

A lista das vítimas fatais do confronto na favela carioca:

André Frias – policial civil

Bruno Brasil

Caio Da Silva Figueiredo

Carlos Ivan Avelino Da Costa Junior

Cleyton Da Silva Freitas De Lima

Diogo Barbosa Gomes

Evandro Da Silva Santos

Francisco Fábio Dias Araújo Chaves

Guilherme De Aquino Simões

Isaac Pinheiro De Oliveira

John Jefferson Mendes Rufino Da Silva

Jonas Do Carmo Santos

Jonathan Araújo Da Silva

Luiz Augusto Oliveira De Farias

Márcio Da Silva Bezerra

Marlon Santana De Araújo

Matheus Gomes Dos Santos

Maurício Ferreira Da Silva

Natan Oliveira De Almeida

Omar Pereira Da Silva

Pablo Araújo De Mello

Pedro Donato De Sant’ana

Ray Barreiros De Araújo

Richard Gabriel Da Silva Ferreira

Rodrigo Paula De Barros

Rômulo Oliveira Lúcio

Toni Da Conceição

Wagner Luiz Magalhães Fagundes

Fonte: Diário do Rio / Foto: Portal BR7