Bandeira vermelha patamar 2 continua em vigor em setembro, diz Aneel

Medida tem como objetivo levar o consumidor a economizar energia elétrica.

A Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica – autarquia em regime especial vinculada ao Ministério de Minas e Energia, divulgou, no último dia 27 de agosto, a manutenção em setembro da Bandeira Tarifária Vermelha patamar 2. Isso significa que o custo da energia consumida vai continuar mais cara, com acréscimo de R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O encarecimento da conta de luz acontece por causa da seca histórica que atinge o país. Com isso, é necessário acionar as usinas térmicas para garantir o abastecimento. No entanto, esta modalidade de geração de energia é mais cara e é cobrada do consumidor.

Outra notícia nada agradável é que o valor da bandeira tarifária deve ter um novo reajuste por causa das condições de seca no país. Segundo a Aneel, o percentual está sendo estudado e deverá ser anunciado ainda neste mês, mas não há data prevista para o anúncio do reajuste. O mais provável é que ele ocorra depois de 7 de setembro.

Fonte: Site Marcelo Lopes