SP aplicou 4 milhões de doses da CoronaVac de lotes suspensos pela Anvisa

Número corresponde a 19% do total de doses da vacina chinesa aplicadas no Estado, informa secretaria

Quatro milhões de doses de lotes suspensos pela Anvisa foram aplicados em São Paulo | Foto: Kevin David/Estadão Conteúdo

O governo do Estado de São Paulo já aplicou cerca de 4 milhões de doses da CoronaVac de lotes que tiveram sua distribuição suspensa pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no sábado 4.

Segundo informações da própria Secretaria Estadual de Saúde, o número corresponde a 19% do total de 21 milhões de doses da vacina chinesa aplicadas no Estado ao longo de toda a campanha de imunização contra a covid-19.

De acordo com a pasta, não foram observadas “intercorrências em termos gerais” envolvendo as pessoas que tomaram essas doses. O governo paulista afirma ainda que “toda a rede está orientada sobre a importância do monitoramento de todas as pessoas vacinadas, independentemente do imunizante administrado” e que vai aguardar “o parecer das autoridades sanitárias para proceder com a distribuição de 1,5 milhão de doses da Coronavac entregues a São Paulo nesta sexta (3)”.

Como Oeste informou ontem, a Anvisa foi comunicada pelo Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, que o laboratório chinês Sinovac, fabricante da vacina contra a covid-19, enviou para o Brasil 12 milhões de doses de uma fábrica que não foi inspecionada pela Anvisa.

A agência sanitária brasileira divulgou que, como não sabe se a unidade cumpre as boas práticas de fabricação, houve a necessidade “de adoção de medida cautelar para evitar a exposição da população a possível risco iminente”.

Fonte: Revista Oeste.