Concessionária anuncia reforma de ferrovia e Trem Rio-Minas vai começar a receber turistas em breve

O trem turístico Rio-Minas vai passar entre os dois estados, alavancando e fazendo com que os moradores possam reviver a história da ferrovia.

Agora falta pouco para um grande sonho se tornar realidade! O único fator que até o momento está impedindo o início da operação do trem turístico Rio-Minas vai finalmente começar a ser resolvido, que é a reforma e manutenção de um trecho de 37 quilômetros de linha férrea por onde as duas locomotivas e 15 vagões irão passar, transportando até 870 passageiro-turistas por viagem entre oito cidades dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Em entrevista ao site NF Notícias, a presidente da ONG Amigos do Trem, Cyntia Nascimento, informou que a obra vai começar ainda este mês, com previsão de entrega até dezembro, podendo ser entregue antes, gerando cerca de 250 vagas de emprego para os municípios de Três Rios, Chiador e Sapucaia. Com isso, a ONG pretende por finalmente o trem para percorrer os trilhos em janeiro de 2023. Foram anos de reuniões, negociações e debates até esse grande e importante momento. Embora ainda faltem oito meses até janeiro, a reforma da linha férrea mostra que o projeto vai finalmente sair do papel. No último dia 29 de março a concessionária FCA/VL apresentou o Plano de Trabalho a ser realizado na Infraestrutura e Superestrutura ferroviária, que começará este mês de abril.

Uma grande conquista, não só para a ONG, mas para todos moradores das regiões beneficiadas pelo projeto, principalmente para os amantes do trem; conquista que passa pelas mãos do saudoso Paulo Henrique do Nascimento, que idealizou e desde 2015 articulava a viabilização do trem turístico, após a desativação da linha que realizava transporte de bauxita, mas Paulo morreu de novembro de 2018, em decorrência de um câncer.

Cyntia Nascimento, sobrinha de Paulo, deu prosseguimento ao sonho do tio e de milhares de pessoas que querem retornar aos trilhos e reviver o passado. Pelo projeto inicial, o trem turístico contemplaria os municípios de Três Rios (RJ), Chiador (MG), Sapucaia (RJ), Além Paraíba (MG), Volta Grande (MG), Recreio (MG), Leopoldina (MG) e Cataguases (MG), mas assim que começar a operar, o trem passará por Três Rios, Chiador e Sapucaia. Na sequência em que a linha férrea for sendo reformada, o projeto vai se estendendo para as demais cidades.

Antes mesmo de começar a funcionar o projeto já teve uma grande aceitação do poder público e de toda sociedade. Comerciantes das cidades por onde o trem irá passar vão ter uma chance de aumentar as vendas. É o turismo ganhando força, e a história da ferrovia sendo preservada. No ano passado, quando o trem fez um deslocamento por algumas cidades, atraiu os olhares de centenas de pessoas e reacendeu a esperança do passado voltar ao presente, do trem voltar a ser visto pela população.

Fonte e foto: SFn Notícias – Norte, Noroeste e Serra