Servidor que denunciou CARTEIRADA da esposa do prefeito é afastado e vai responder inquérito administrativo

Bastou denunciar que a esposa do prefeito Miguelzinho fizera o mesmo que muitas “autoridades” costumavam fazer para mostrar o seu poder diante de pessoas mais humildes, o famoso VOCÊ SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO, coisa comum nos rincões brasileiros que Graciliano Ramos e outros grande escritores brasileiros documentaram num Brasil que se acreditava não mais existir, o servidor municipal José Carlos de Medeiros, que ainda foi acusado de comumente tratar com indelicadeza aqueles que buscavam auxílio no Posto de Saúde da Ilha Gama Cerqueira, foi afastado de suas atividades profissionais através da Portaria nº 126, datada de 05 de abril último, pelo período de 60 dias sem prejuízo de sua remuneração. O comunicado estava assinado pelo advogado Fernando Silva Ferreira, procurador do município, e junto estava cópia da citada Portaria que tem o seguinte teor:

PORTARIA Nº 126, DE 05 DE ABRIL DE 2022.

O PREFEITO MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE:

Art. 1º – Designar  Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, composta dos servidores Juliano Godinho Rodrigues (CPF nº 041.726,227-20), Thaís Maria da Conceição Oliveira (CPF nº 135.746.497-54) e Mabele Thaiz do Carmo (CPF nº 038.620.026-24) para, sob a presidência do primeiro, apurar conduta do servidor José Carlos Medeiros da Silva (CPF nº 883.154.107-25), ocupante do cargo de Auxiliar de Enfermagem, lotado na Secretaria Municipal de Saúde, conforme os fatos narrados na denúncia.

Parágrafo Único – Os trabalhos da Comissão deverão ser iniciados no prazo de 08 (oito) dias úteis a contar da data desta Portaria, devendo os mesmos serem concluídos no prazo máximo de 60 (sessenta) dias corridos.

Art. 2º – Instaure-se Processo Administrativo Disciplinar, com a publicação do ato que constitui a Comissão e cumpra seu desenvolvimento na forma da Lei.

Art. 3º – Para melhor andamento dos trabalhos, o servidor deverá ficar afastado dos trabalhos por 60 (sessenta) dias, sem prejuízo de sua remuneração (Art. 184, da Lei Complementar nº 003/1993).

Art. 4º – Esta Portaria entra em vigor a partir de sua publicação.

Prefeitura Municipal de Além Paraíba, 05 de abril de 2022.

Assina: Miguel Belmiro de Souza Júnior – Prefeito Municipal

A denúncia da CARTEIRADA foi publicada no site deste jornal na última segunda-feira (04) – https://www.jornalalemparahyba.com.br/2022/04/04/esposa-do-prefeito-teria-dado-carteirada-na-unidade-de-saude-da-ilha-gama-cerqueira/, e já no dia seguinte, como uma forma de tapar o sol com a peneira e na clara tentativa de intimidar o servidor, até mesmo uma reportagem já estava sendo publicada no site de outro jornal alemparaibano que tratou de transformar uma das partes em um ser demoníaco e a outra num ser vestal.

O que se viu, e a todo o momento é visto junto à atual administração municipal alemparaibana, é que gestos autoritários e ditatoriais estão no cerne de quem foi escolhido para cuidar da coisa pública de um município que a cada dia que passa mais se afunda num lodaçal. Não bastassem as inúmeras denúncias formuladas junto a Ouvidoria do Ministério Público do Estado de Minas Gerais que já constam de um Procedimento Preparatório que recebeu o nº 0015.22.000028-2, onde estão narradas eventuais irregularidades no âmbito municipal (VIDE RELAÇÃO ABAIXO), ao que parece a tônica maior do atual governo é punir quem de fato trabalha, obrigando-o a seguir uma única orientação – MANDA QUEM PODE E OBEDECE QUEM TEM JUÍZO.

E sobre a relação com as eventuais irregularidades citada acima que estão inclusas no Procedimento Preparatório do MPMG nº 0015.22.000028-2, elas são:

·         superfaturamento em reparos realizados em veículos da frota municipal;

·         superfaturamento em obras e construções no âmbito do município;

·         superfaturamento em materiais adquiridos pela Prefeitura;

·         itens adquiridos sem a real necessidade, como material escolar e esportivo durante a pandemia de Covid-19, quando as atividades escolares e esportivas se encontravam suspensas.

Vale ressaltar, na oportunidade informamos que outras situações como as citadas devem ser levadas a público nos próximos dias. Vamos aguardar…