domingo, junho 23, 2024
DESTAQUENOTÍCIASREGIÃO

APL inédito na Zona da Mata reúne empresários da microrregião

Setores de embalagens e de reciclagem de plástico receberam a certificação.

Empresários dos setores de embalagem e de reciclagem de plástico de Cataguases e municípios vizinhos, receberam no último dia 23 de janeiro, o certificado de Arranjo Produtivo Local (APL), do governo de Minas. A entrega ocorreu no Salão Nobre do Paço Municipal de Cataguases pelo prefeito José Henriques e o Subsecretário de Liberdade Econômica e Empreendedorismo de Minas Gerais, Rodrigo Sampaio Melo, representando o governador Romeu Zema.

O encontro contou com a presença do assessor da diretoria de Arranjos Produtivos Locais e Cooperativismo, Marco Antônio Martins de Almeida, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Gestão Institucional, Luís Antônio Paixão de Rezende, o presidente do Conselho de Desenvolvimento de Cataguases, Jesusimar Dornelas e empresários dos ramos de embalagens e de reciclagem.

Conheça o APL

Um Arranjo Produtivo Local – APL – é uma aglomeração de empresas com especialização produtiva em um mesmo território, que mantêm vínculos de cooperação entre si e uma governança comum. O reconhecimento e formalização de um APL facilita a cooperação entre os envolvidos, ampliando mercados, a comercialização de produtos e as condições de acesso ao crédito. O APL de Embalagens e Reciclagem de Plástico da Zona da Mata reúne oito empresas tendo Cataguases como cidade pólo, além de representantes de Santana de Cataguases e Miraí, gerando quase 800 empregos.

Apoio da SEDEGI

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Gestão Institucional (SEDEGI) teve papel determinante na articulação e conscientização dos empresários do setor para a formação do APL. A partir do interesse deles, trouxe a Cataguases um representante da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico – SEDE/MG para esclarecer como funciona este modelo de negócio e mostrar aos empresários do setor como criar condições para que – de forma organizada – estabeleçam uma governança sólida e sustentável para o segmento. A pasta também acompanhou todo o processo até a oficialização do reconhecimento deste novo Arranjo Produtivo que deve fomentar novos negócios, renda e geração de empregos.

Fonte: Jornal Cataguases | Texto: Roberto Guimarães | Foto: Pexels