domingo, junho 23, 2024
DESTAQUENOTÍCIASREGIÃO

Ardagh interrompe construção de fábrica de vidros em Juiz de Fora

Futuro da empresa de latas de bebidas também é incerto, frustrando a expectativa de 680 empregos; pelo menos 70% da primeira obra estavam concluídos.

Menos de dois anos depois de anunciar a instalação de duas fábricas em Juiz de Fora – uma fábrica de vidros, a Ardagh Glass Packaging, e a de latas de bebidas, Ardagh Metal Packaging -, a multinacional de embalagens Ardagh Group desistiu, por ora, de dar continuidade às obras do primeiro empreendimento, alegando “deterioração nas condições do mercado brasileiro de vidro”. A informação foi divulgada na semana passada pelo colunista da Tribuna de Minas Cesar Romero e por sites internacionais da indústria de vidro.

O protocolo de intenções, com previsão de investimento total de R$ 2,4 bilhões e geração de cerca de 680 postos de trabalho na cidade, havia sido assinado com a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), em cerimônia no Teatro Paschoal Carlos Magno, em maio de 2022, com a presença da prefeita Margarida Salomão (PT) e do governador Romeu Zema (Novo). Neste momento, entretanto, a PJF optou por não se pronunciar sobre o fato de a Ardagh ter “adiado indefinidamente” os investimentos no município, mesmo com a conclusão de pelo menos 70% da primeira instalação no Distrito Industrial II, Zona Norte, e a aprovação de incentivos fiscais e econômicos.

“A Ardagh Glass Packaging (AGP) confirma que interrompeu recentemente a construção de uma nova fábrica de vidro em Juiz de Fora, no Brasil”, informaram os sites glass-international.com e glassglobal.com. Só com essa primeira fábrica seriam lançados 300 empregos. A Tribuna questionou a assessoria da Ardagh no Brasil sobre a desistência de investir no setor de vidro e se ainda há interesse em construir a fábrica de latas de alumínio, que seria erguida posteriormente à primeira, mas não obteve retorno até o momento.

Momento de desaceleração em 2023

O terreno da fábrica de vidros, ao lado da montadora Mercedes-Benz, às margens da BR-040, na altura do KM 773, possui cerca 130 mil metros quadrados, e a área total erguida seria de 70 mil metros quadrados, para produção e estoque. As obras, iniciadas no terceiro trimestre de 2022, seriam concluídas em 2024. A construção chegou a ser visitada pela prefeita em março de 2023. A situação continuou avançando até meados do ano passado. “As obras de edificação da Ardagh Glass já atingiram quase 70% do conjunto previsto. A empresa tem pessoal em treinamento no Senai, e os equipamentos da unidade industrial seguem sendo importados para sua instalação”, afirmou a PJF em nota encaminhada à Tribuna em julho do ano passado. Naquela época, entretanto, já haviam circulado informações de que as obras da Ardagh Glass Packaging passavam por um momento de desaceleração.

A fábrica de vidros em Juiz de Fora seria a primeira de embalagens de vidro da multinacional no Brasil, que já conta com pelo menos três polos de embalagens de alumínio para bebidas no país, localizados em Jacareí (SP), Alagoinhas (BA) e Manaus (AM). “Juiz de Fora foi escolhida estrategicamente para ampliar a presença da Ardagh na região Sudeste, que é um importante mercado em contínua expansão. É a quarta cidade mais populosa do estado. Tem localização privilegiada e apresenta toda a infraestrutura necessária para o porte de um empreendimento moderno e ambicioso”, disse o CEO da Ardagh Metal Packaging, Jorge Bannitz, na ocasião da solenidade de anúncio do empreendimento, em 2022.

Fonte: Tribuna de Minas – Por Sandra Zanella