quarta-feira, julho 24, 2024
NOTÍCIAS

Moradora da localidade Terreirão, no bairro Vila Laroca, morre afogada no Rio Limoeiro

A vítima tinha o hábito de ficar sentada nas pedras às margens da cachoeira do Rio Limoeiro, localizada aos fundos de sua residência.

Na manhã de ontem, terça-feira (30), bombeiros militares lotados no Posto Avançado de Além Paraíba, atendendo chamado por telefone, se deslocaram até o bairro da Vila Laroca no sentido de atender a busca de uma alemparaibana desaparecida que teria caído nas águas do Rio Limoeiro.

A vítima seria Mirian Raposo, 63 anos, que teria caído nas águas do rio por volta das 14 horas do dia anterior, segunda-feira (29). Segundo informações de populares, Mirian tinha por hábito ficar sentada nas pedras da cachoeira existente nas proximidades do quintal de sua residência, e pode ter se desequilibrado. No local foram encontrados alguns objetos de seu uso pessoal, entre estes um isqueiro, um copo e uma embalagem de cigarros.

Após uma varredura nas proximidades do local onde estavam os objetos, o corpo da vítima foi encontrado submerso, preso em pedras numa área de forte correnteza do rio, com profundidade aproximada de 1,30m. Para retirada do corpo os bombeiros utilizaram uma manobra, fazendo com que a correnteza das águas fosse desviado para outro trajeto.

A Perícia Técnica da Polícia Civil da DP Regional de Leopoldina foi acionada e se fez presente no local. Após os trabalhos de praxe o corpo da vítima foi encaminhado para o IML – Instituto Médico Legal, também de Leopoldina.

O corpo de Mirian Raposo, uma figura muito estimada em Além Paraíba, foi sepultado na manhã desta quarta-feira (31), no Cemitério Municipal.