domingo, junho 23, 2024
DESTAQUENOTÍCIASREGIÃO

MPMG apura crimes de pedofilia e pornografia infantil na Zona da Mata

Operação Arcanjo aconteceu em Ubá, São Geraldo e Visconde do Rio Branco.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Zona da Mata, em atuação integrada com as Polícias Militar e Civil de Minas Gerais, deflagrou na manhã de hoje, 17 de janeiro, a operação Arcanjo, que visa apurar crimes praticados contra a dignidade sexual, inclusive pedofilia e pornografia infantil.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Ubá, São Geraldo e Visconde do Rio Branco. Durante as diligências, o Gaeco e a Polícia apreenderam computadores, celulares e dispositivos eletrônicos.

Segundo os trabalhos investigativos, até mesmo imagens pornográficas de adolescentes estariam sendo veiculadas através de redes sociais privadas, havendo, inclusive, suspeitas da participação de pessoas próximas às ofendidas na publicação dos registros. Ainda de acordo com o Gaeco, há fortes indícios de que várias vítimas podem ter sido filmadas ou fotografadas em suas intimidades sem autorização.

O coordenador do Gaeco Zona da Mata, promotor de Justiça Breno Coelho, alerta que pais e mães devem acompanhar de perto a rotina dos filhos, de modo a evitar qualquer abuso quanto ao uso da imagem ou exposição de crianças e adolescentes a situações potencialmente prejudiciais.

Ele orienta a, em caso de qualquer suspeita de abuso, comunicar diretamente ao promotor de Justiça da respectiva comarca ou utilizar formulário eletrônico disponibilizado pela Ouvidoria do Ministério Público, que garante o sigilo dos dados pessoais do manifestante, caso solicitado.

Fonte e fotos: MPMG