sexta-feira, junho 21, 2024
BRASIL E MUNDODESTAQUENOTÍCIAS

Brasil ultrapassa meio milhão de casos de dengue em 2024; Minas lidera infecções prováveis

Segundo o Ministério da Saúde, 54,9% dos casos de dengue são em mulheres.

Entre janeiro e fevereiro deste ano, 512 mil brasileiros se infectaram com o vírus da dengue e 75 pessoas morreram por complicações da doença. Os dados são do Painel de Monitoramento de Arboviroses do Ministério da Saúde. O maior número de casos até o momento foi registrado em mulheres, representando 54,9% do total. Atualmente, Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis no país, sendo 171 mil infecções, mais que o dobro do segundo colocado na lista, São Paulo, com 83 mil, e que o triplo do Paraná, com 55 mil.

No mesmo período, o Brasil também teve 29 mil casos prováveis de chikungunya, dos quais quatro óbitos foram confirmados e 31 estão em fase de investigação. Houve, ainda, 341 casos positivos de zika, sem nenhuma morte associada, segundo o painel de monitoramento.

Em Juiz de Fora, até o último dia 5 de fevereiro, foram contabilizados 576 casos prováveis de dengue e 530 confirmados. Em Além Paraíba, no Portal da Prefeitura Municipal, não foi encontrado números sobre casos prováveis e confirmados da doença.

Como se proteger?

A melhor forma de evitar a transmissão da dengue é combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Para isso, o importante é eliminar possíveis locais de armazenamento de água:

– Mantenha a caixa d’água fechada;

– Mantenha tonéis e barris d’água tampados;

– Lave semanalmente os tanques utilizados para armazenar água com escova e sabão;

– Encha até a borda os pratos das plantas com areia;

– Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água;

– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada;

– Mantenha as calhas limpas;

– Não deixe água acumulada sobre a laje.

Quais os sintomas?

– Febre alta;

– Dor no corpo e nas articulações;

– Dor atrás dos olhos;

– Mal-estar;

– Dor de cabeça;

– Manchas vermelhas no corpo.

Qual a diferença entre dengue e gripe?

Sintomas como dor de cabeça, mal-estar, febre e fraqueza são sinais comuns presentes em várias enfermidades, incluindo a dengue e a gripe. Desta forma, em caso de suspeita de alguma dessas doenças, é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. Somente um médico pode fazer o diagnóstico correto. “É possível ainda realizar testes para identificar a enfermidade exata e fazer o tratamento adequado. O diagnóstico correto só pode ser feito pelo médico. Busque assistência na unidade de saúde mais próxima”, alerta o Ministério da Saúde.

Normalmente a primeira manifestação da dengue é a febre alta, de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. É importante ficar atento aos sinais que indicam um quadro grave da doença, que podem surgir após o declínio da febre, entre o terceiro e o sétimo dias do início da doença. A dengue não tem sintoma respiratório.

Já a gripe é uma infecção respiratória causada pelo vírus Influenza, mais comumente transmitido de pessoa a pessoa durante o período do inverno, embora possa estar presente em outras estações. Os sintomas geralmente aparecem de forma repentina, como febre, dor de garganta, tosse, dores no corpo e de cabeça. Geralmente, tem resolução espontânea em aproximadamente sete dias, embora a tosse, o mal-estar e a fadiga possam permanecer por algumas semanas.

Fonte: Tribuna de Minas – Por Nayara Zanetti