sexta-feira, abril 19, 2024
DESTAQUELOCAISNOTÍCIASREGIÃO

Criado uma “Central de Boatos” em Além Paraíba com envolvimento até de uma emissora de rádio

Ao que parece, nos últimos dias foi instalada uma “Central de Boatos” em Além Paraíba, onde inverdades começam a proliferar com a única e exclusiva intenção de botar lenha na fogueira no que diz respeito ao processo eleitoral de outubro próximo, ocasião em que o povo alemparaibano irá escolher quem substituirá o prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior, o Miguelzinho. Vale ressaltar, as inverdades estão sendo direcionados a apenas um dos cinco pré-candidatos a prefeito, o médico Dr. Rafael Gracioli, ex-provedor do Hospital São Salvador, destituído do cargo através de uma intervenção municipal esdrúxula criada pelo prefeito, e tudo indica porque teria sido impedido de utilizar as dependências da centenária instituição hospitalar como “palanque eleitoral”. Com a intervenção, aos poucos o HSS está sendo destruído e nos dias de hoje vem recebendo inúmeras críticas de grande parte da população pela falta de equipamentos e medicamentos, o atendimento péssimo que é oferecido aos que necessitam de cuidados médicos, enfim, a instituição está sendo literalmente sucateado.

O primeiro boato que surgiu, como sempre em rede social e também teria sido noticiado em certa emissora de rádio alemparaibana, foi denunciado pelo ex-prefeito Fernando Lúcio Ferreira Donzeles, um dos primeiros apoiadores da pré-candidatura de Rafael Gracioli, que assinalou ser uma mentira de que não estaria mais apoiando o médico em questão. Na sua fala, Fernando Lúcio, afirmou que tal hipótese é mentirosa e certamente chega numa hora em que todos que como ele militam na política alemparaibana começam, digamos assim, a botar a cara na reta. “Meu pré-candidato a prefeito é o Dr. Rafael, e vou seguir com ele, e certamente como o PSB também o fará”, destacou Fernando Lúcio em mensagem publicada no whatsapp. O ex-prefeito fez contato com a direção da emissora de rádio que deve estar contaminada pela “Síndrome do Pinóquio”, solicitando a gravação da desinformação envolvendo o seu nome.

Outra mentira deslavada que foi levada ao conhecimento do Jornal Além Parahyba partiu de vários ex-colaboradores do Hospital São Salvador que foram demitidos e tiveram que entrar na Justiça do Trabalho para receber aquilo que lhes é devido, tais como: férias proporcionais e do 13º salário não pagos quando da demissão, liberação do FGTS, os 40% obrigatórios que a empresa demissionária é obrigada a pagar aos demitidos, etc., que resultou numa dívida de cerca de R$ 3 milhões para os cofres da instituição hospitalar. Segundo os denunciantes, lhes foram informados que dias atrás o prefeito Miguelzinho teria quitado na Justiça do Trabalho tudo o que lhes era devido, o que seria uma grande balela. Segundo uma das denunciantes, somente não está passando por maiores dificuldades em casa devido a ajuda de familiares.

A última bazófia que chegou, também em rede social, acabou obrigando o pré-candidato Dr. Rafael a se pronunciar em um dos grupos formados por alguns de seus apoiadores no Whatsapp, no sentido de desmentir certos números de uma suposta pesquisa eleitoral que teria sido realizada usando o seu nome e teriam sido oferecidos à população. Dr. Rafael desmentiu ter contratado qualquer empresa para levantar números de apoio ao seu nome e dos demais pré-candidatos, mas que pretende isto fazer tão logo promova o lançamento oficial de sua pré-candidatura, o que acontecerá no dia 05 de abril, na próxima semana, na sede da Sociedade Musical Carlos Gomes.

Com relação aos nomes dos pré-candidatos a prefeito de Além Paraíba, são eles: Dr. Márcio Valverde, José Márcio “Dedé” Fernandes da Silva, Paulo Henrique Marinho Goldstein, Luciana Galhardo e Dr. Rafael Gracioli.