sexta-feira, junho 21, 2024
DESTAQUEEDITORIALNOTÍCIAS

EDITORIAL

Está chegando a hora!!!

Por Flávio Senra (*)

Não é de hoje que o município de Além Paraíba vive numa total apatia quando o tema é DESENVOLVIMENTO. Ano após ano, testemunhamos o crescimento de vários municípios vizinhos, sendo que nossas autoridades, em especial os prefeitos e seus vereadores, após apregoarem que tudo fariam para o crescimento de nosso município, só nos apresentaram mentiras e conversa fiada, e o que vemos é Além Paraíba crescer igual rabo de burro, ou seja, para baixo.

Leopoldina cresce, Muriaé cresce, Carmo cresce, Sapucaia cresce, Três Rios cresce, Pirapetinga cresce, e vão surgindo nomes e mais nomes de municípios que existem  região afora onde seus prefeitos pensam de fato na ascensão dos lugares que administram. Não bastasse, quando chega a época das eleições municipais, o famosos “salvadores da pátria” surgem aos borbotões, todos figurinhas carimbadas que a cada quatro anos prometem mundos e fundos com a finalidade única de se perpetuarem no poder, mamarem nas tetas dos cofres públicos juntamente com seus fiéis bajuladores, aqueles que como vampiros somente sabem sugar o sangue do pobre coitado eleitor que graças alguns trocados vendem seu maior direito – o VOTO.

Um dos maiores exemplos de crescimento no que diz respeito a desenvolvimento surgiu esta semana no vizinho Estado do Rio de Janeiro, mais precisamente no município de Três Rios, distante 68 quilômetros dessa boa terra mineira que é banhada pelo Rio Paraíba do Sul. Três Rios, se não for de seu conhecimento, é um dos municípios que já teve o seu por do sol e como a mitológica Fênix ressurgiu das cinzas graças ao comprometimento de governantes competentes que enxergaram que o crescimento somente é viável se o trabalho estiver direcionado ao bem comum e não ao de uma meia-dúzia. Dona de uma área industrial planejada com inteligência, eis que surge a boa notícia de que o município entrerriense poderá abrigar outra grande indústria, uma gigante chinesa que pode gerar três mil empregos diretos.

Trata-se da Yeda, fabricante de motocicletas, scooters, patinetes, bicicletas e outros veículos de duas rodas, líder global no desenvolvimento e fabricação de veículos elétricos de duas rodas. A montadora, deve ser ressaltado, já vendeu produtos para 60 milhões de usuários, em mais de 100 países, e possui uma rede de mais de 40 mil lojistas em todo o mundo. A companhia é responsável por 31% de todas as motos elétricas produzidas na China, país com mais de um bilhão de habitantes.

E por que foi escolhida a cidade de Três Rios para a possível instalação deste poderoso conglomerado industrial chinês? Única e exclusivamente por suas conhecidas características logísticas e geográficas.

Assim como Três Rios, Além Paraíba possui excelente localização geográfica e uma logística de dar inveja. Apesar de estar com as atividades paralisadas de um bom tempo para cá, uma situação que pode ser revertida se pessoas interessadas e competentes estivessem administrando a boa terra alemparaibana, o município é cortado por uma das mais importantes malhas ferroviárias do Brasil, está à margem de duas das mais importantes rodovias do país, as BR’s 116 e a 393, sem contar sua proximidade a um dos mais movimentados portos e um dos maiores aeroportos brasileiros – o do Rio de Janeiro.

Num passado agora distante, Além Paraíba recebeu o título de um dos municípios mineiros mais desenvolvidos das Gerais. Se não me engano, estava entre os seis primeiros. Aqui tínhamos as hoje extintas fábricas de papel e a de tecidos, hoje lembradas por suas instalações literalmente fechadas que ainda abrigam velhos e corroídos equipamentos. Vale lembrar, aqui teve fábrica de banha, a Algodoeira, fábrica de laminação de madeiras, indústria de bebidas, fundições, as oficinas da Estrada de Ferro Leopoldina depois RFFSA, enfim, uma diversidade de empresas geradoras de empregos e riqueza. Além Paraíba, infelizmente, virou a cidade do já teve e do já foi, e agora é a cidade do já era.

Pasmem, mas a última vez que uma grande indústria se instalou em Além Paraíba foi durante o primeiro mandato do sempre saudoso Elias Fadel Sahione, o melhor prefeito que o município teve nos últimos 50 anos. Trata-se da Guabi, empresa fabricante de rações localizada na Estrada Municipal “Geraldo Coutinho Brum”.

Neste ano, a exemplo de outras vezes, mais um processo eleitoral será realizado em Além Paraíba, ocasião em que vamos escolher um novo prefeito e quais serão os nossos representantes na Casa do Povo. Cinco pré-candidatos a prefeito já se apresentaram e estão dando início a uma caminhada que ao final poderá resultar no renascimento da boa terra ou, vade retro!, na continuidade da mais desastrosa administração já vivenciada nos anais de nossa história.

A sorte está sendo lançada, e só temos a dizer o seguinte:

VOCÊ, CIDADÃO E CIDADÃ DE ALÉM PARAÍBA, É RESPONSÁVEL PELO QUE PODERÁ SURGIR À NOSSA FRENTE A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2025…

(*) Flávio Senra é o editor do Portal-Site do Jornal Além |Parahyba desde junho de 1993