sexta-feira, junho 21, 2024
BRASIL E MUNDODESTAQUENOTÍCIAS

Glenn Greenwald celebra decisão de Elon Musk de desbloquear perfis brasileiros no Twitter/X

Jornalista parabenizou empreendedor sul-africano pelo combate à censura nas redes sociais.

Neste domingo pela manhã, 7, o advogado e autor americano Glenn Greenwald, notável por sua contribuição ao jornalismo investigativo, publicou felicitações a Elon Musk em sua conta oficial do Twitter/X. Greenwald, também conhecido por sua postura contra a censura, aplaudiu a iniciativa do dono da rede social de desbloquear as contas de usuários do Brasil.

O co-fundador do The Intercept, um veículo de mídia independente que se tornou notório após a publicação das revelações de Edward Snowden sobre espionagem, comemorou a decisão do empreendedor tecnológico a favor da liberdade de expressão.

“Na noite passada, Elon Musk prometeu honrar seu objetivo de acabar com as ordens de censura e de repressão infinitas e sem o devido processo legal do juiz Alexandre de Moraes, do Brasil”, disse Greenwald.

“O juiz proibiu diversos jornalistas, membros do Congresso e outras pessoas de manterem seus perfis na rede social. Isso seria um grande problema para o Brasil”, completou o jornalista.

Gleenn Greenwald parabenizou Elon Musk pelo combate à censura

Durante o último fim de semana, Musk utilizou sua conta oficial no Twitter/X para expressar críticas às ações autoritárias do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. A razão para tal foi que o juiz tem rotineiramente ordenado a suspensão de contas rotuladas como “inimigos da democracia”.

O juiz Moraes exigia que as plataformas online fornecessem informações pessoais e privadas de seus usuários, mesmo sem a existência de uma investigação policial ou um processo legal devidamente instaurado. Suas ações autoritárias em relação à liberdade de expressão nas redes sociais renderam-lhe o apelido de “Darth Vader do Brasil“.

Greenwald é apenas mais um figura pública que expressa indignação contra o aumento da atmosfera de censura no Brasil. Parece que as ações do STF contra a liberdade de expressão nas redes sociais estão se intensificando, com novas propostas de regulamentação sendo apresentadas em Brasília.

As informações são da Revista Oeste.