sábado, maio 25, 2024
COLUNASDESTAQUEESPORTESNOTÍCIAS

Zona da Mata (Ubá) receberá torneio internacional de beach tennis

Modalidade vem se consolidando entre os esportes mais populares no Brasil, chamando a atenção do público e conquistando novos adeptos.

Os esportes de areia se tornaram uma febre em todo o Brasil, principalmente durante o período da pandemia de coronavírus. Dentre eles, um que apresenta uma grande ascensão é o beach tennis, que segue em viés de alta nos dias atuais, e cada vez mais consolidado. Acompanhando o crescimento exponencial do esporte, Ubá voltará a receber o Torneio Internacional de Beach Tennis, que foi expandido neste ano. O campeonato irá acontecer no Praia Club Sports entre 21 e 26 de maio.

Daniel Alves, organizador do Torneio Internacional de Beach Tennis, considera que a modalidade deixou de ser uma moda passageira para os brasileiros. “Vem crescendo por todo o Brasil. São mais de 1,2 milhão de praticantes. Hoje está consolidado, teve um grande crescimento na época da pandemia quando ainda se tinha restrições e as coisas estavam reabrindo aos poucos. Grandes eventos se estabeleceram, vêm crescendo e aqui em Minas Gerais e na Zona da Mata mineira não é diferente”, afirma.

Uma das atletas confirmadas no campeonato é Flávia Muniz, ex-top 5 no ranking da Federação Internacional de Tênis (ITF) e atual campeã do Torneio Internacional. Para a carioca, o beach tennis ainda não está totalmente consolidado entre o grande público, mas reconhece a evolução da modalidade. “Muita gente ainda não sabe da existência do nosso esporte. Quando todos ou a maioria souber, aí sim estará consolidado. O beach tennis já deu um passo à frente, mas tem ainda espaço ainda para evoluir”, avalia.

Daniel revela que a competição foi ampliada de 2023 para 2024, passando da categoria BT50, realizado em 2023, para a BT200, que atribui ao vencedor uma maior premiação e pontuação no ranking da ITF. Ainda de acordo com Alves, a realização do campeonato possui importante papel na consolidação do beach tennis.

“É de suma importância. Ter um evento desse com jogadores de todo país e estrangeiros e cobertura da mídia faz com que sirva de referência e novos atletas passem a praticar o esporte, que é muito democrático, permitindo pais e filhos, marido e mulher, avôs e netos jogarem juntos. Também movimenta a economia da cidade com mais visitantes, mais turismo na região e consumo e projeta Ubá e região para o mundo”, avalia Daniel.

Fonte: Tribuna de Minas