PM encontra 230kg de maconha e quase R$ 10 mil em apartamento

Duas jovens de 22 e 23 anos foram presas em flagrante no Bairro Terras Altas. Polícia identifica suspeito de distribuir maconha de qualidade “superior” na Zona da Mata.

Droga foi encontrada durante mandado de busca e apreensão (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

A Polícia Militar localizou cerca de 230kg de maconha em um apartamento, na manhã de ontem (sexta-feira / 18), na Rua Cândido Moreira Guedes, no Bairro Terras Altas, Zona Sudeste de Juiz de Fora. Segundo as informações da corporação, os entorpecentes foram encontrados durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Duas jovens de 22 e 23 anos, que foram abordadas saindo de carro do local, foram presas em flagrante por tráfico.

Cerca de R$ 9.510 em dinheiro também foram apreendidos, além de uma faca para corte do produto, balança de precisão digital, caderno de anotações e três celulares. O veículo usado pela dupla também foi apreendido.

As suspeitas foram levadas para a delegacia para prestarem depoimento. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Polícia identifica suspeito de distribuir maconha de qualidade “superior” na Zona da Mata

Aproximadamente 17 quilos de maconha foram apreendidos pela Polícia Civil em Juiz de Fora durante ação de combate ao tráfico de drogas. A manobra denominada “Black Label” foi desencadeada na noite de quinta-feira (17), após meses de investigação em torno de um novo tipo de maconha que estaria sendo distribuído na região. A droga, diferente de outras, apresenta um rótulo preto, indicando ser de uma qualidade superior às demais.

“Normalmente, quando há apreensão de maconha, elas são envoltas em uma embalagem marrom, porém, segundo essas informações que estávamos apurando, essa tem qualidade superior”, disse o delegado Rafael Gomes, responsável pela apreensão e titular da delegacia Especializada Antidrogas.

Ainda segundo o policial, as investigações apontaram que essa nova qualidade de maconha estaria sendo distribuída em toda a região da Zona da Mata por um rapaz já identificado. O setor de inteligência apurou que ele iria fazer a entrega do entorpecente no período da noite. “Passamos então a realizar o uso de diversas técnicas de investigação e, na data de ontem, nós o monitoramos, deflagrando a Operação Black Label”, disse.

O suspeito foi perseguido e apesar da ordem de parada, ele desobedeceu os policiais, colocando em risco a vida de pedestres. Mesmo seguido, ele conseguiu acessar a BR 040, no sentido Dias Tavares, onde abandonou o veículo e empreendeu fuga por uma mata fechada, não sendo possível localizá-lo. No interior do veículo foram encontradas as 17 barras de maconha, com cerca de um quilo cada uma, além de duas porções de cocaína, dentre outros materiais.

As investigações prosseguem, e o indivíduo já se encontra qualificado pela Polícia Civil.

Fonte: Tribuna de Minas