Igreja em Leopoldina será elevada a santuário dedicado a São José

A grande devoção dos fieis que visitam aquela igreja motivou a iniciativa.

O bispo da Diocese de Leopoldina, Dom Edson Oriolo, comunicou sua decisão de elevar a Igreja Matriz São José Operário de Leopoldina a Santuário Diocesano. A instalação do novo santuário acontecerá em Celebração Solene marcada para o dia 08 de dezembro de 2021, Solenidade da Imaculada Conceição e Encerramento do ‘Ano de São José’.

Há 150 anos, São José foi declarado padroeiro universal da Igreja, através do decreto assinado pelo Papa Pio IX, em 8 de dezembro de 1870. Para celebrar essa data, o papa Francisco instituiu o ‘Ano de São José’, convidando os católicos a refletirem melhor sobre a vida do pai de Jesus Cristo. Dessa forma, definiu a partir do dia 08 de dezembro de 2020, até a mesma data do ano seguinte, como um tempo santo de indulgências e veneração ao culto de São José.

Dom Edson comentou que foi motivado a criar o Santuário Diocesano São José Operário pela grande devoção dos fiéis que visitam o templo, considerado um dos maiores espaços litúrgicos da região, cuja as peculiaridades arquitetônicas seguem os mesmos traços da Igreja Santa Ágata, localizada em Boekel, nos Países Baixos (Holanda). Dessa forma, o bispo atende a solicitação do padre Valtenir Lima e Silva, pároco da Paróquia São José Operário de Leopoldina, que celebrou 70 anos de fundação recentemente.

“Estive com dom Edson em fevereiro deste ano, para apresentar o sonho de nossa comunidade. Nosso bispo acolheu com carinho o pedido, indicando referências sobre a importância de um santuário. Com isso, estamos trabalhando para vivenciar este momento de graça. O santuário é lugar de memória, da presença de Deus e vida sacramental. Estamos fazendo memória de nossa fé, experimentando a presença de Deus e do Povo”, comentou padre Valtenir.

Fonte e foto: Site Marcelo Lopes