China responde por 45.6% das exportações mineiras

No acumulado do ano, os embarques de Minas chegaram a US$ 2,8 bilhões contra US$ 9,1 bilhões de importações. (Foto: JTB / divulgação)

A China segue como maior parceiro comercial de Minas Gerais. O gigante asiático respondeu por 45.6% das exportações e 22,3% das importações do Estado no decorrer do terceiro trimestre deste exercício, mesmo diante do desaquecimento econômico mundial, que tem sido puxado justamente por aquele País.

No mesmo movimento, os Estados Unidos se mantiveram como segundo maior parceiro comercial do Estado, respondendo por 6% das exportações e 12,6% das importações. Ainda integram a lista do comércio exterior mineiro nas exportações: Barein (5,3%), Países Baixos (3,9%) e Argentina (3,1%). Nas importações, constam Argentina (6,8%), Rússia (6,1%) e Itália (5,1%).

Os dados foram divulgados pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN) e da Gerência de Inteligência Competitiva, em um estudo sobre o panorama do comércio exterior com resultados do terceiro trimestre de 2021 em que se destaca a manutenção da trajetória de estabilidade do Real, com pequenas oscilações frente ao dólar.

No terceiro trimestre, as exportações de Minas Gerais somaram US$ 10,9 bilhões, enquanto as importações foram de US$ 3 bilhões. Já no acumulado do ano, os embarques chegaram a US$ 29,8 bilhões e as compras no mercado externo a US$ 9,1 bilhões.

Fonte: Diário do Comércio