Romeu Zema deve ficar neutro no primeiro turno das eleições de 2022

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, tem garantido a aliados que não apoiará Bolsonaro ou Sergio Moro no primeiro turno para a Presidência da República em 2022.

Zema, que é conhecido pelo alinhamento com Bolsonaro, passou a adotar o discurso de que pedirá votos para o candidato de seu partido, o Novo, por fidelidade à sigla. O pré-candidato da legenda para a Presidência é o cientista político Felipe d’Ávila.

Ontem, quarta-feira, 24, o governador mineiro recebeu Sergio Moro na sede do governo, em Belo Horizonte. O ex-juiz convidou Zema para participar da aliança em torno de seu nome à Presidência.

O objetivo de Zema é apoiar no primeiro turno um palanque “neutro” para o Palácio do Planalto para evitar desgastes na sua candidatura à reeleição.

Fonte: O Tempo