Em apenas dois dias Cataguases registra 102 casos de Covid-19

Hospital de Cataguases tem nove pacientes internados com Covid-19. Municipalidade alemparaibana não divulga números de casos que possam estar ocorrendo.

Cataguases continua registrando números significativos de novos casos de Covid-19. Além disso, e pela primeira vez depois que começou a atual escalada da doença no município, o Hospital de Cataguases apresenta aumento no número de internados com Covid-19. A situação ainda é tranquila por lá, mas as medidas que vierem a ser tomadas no município para conter a propagação do vírus vão acontecer caso o número de pacientes na Enfermaria Covid e UTI Covid continuar a aumentar naquela Santa Casa.

Segunda-feira, dia 10 de janeiro, Cataguases registrou 26 novos casos da doença. Ontem, 11, foram 76 casos conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Os especialistas da área afirmam que este onda de Covid no mundo todo é provocada pela variante Ômicron (não há confirmação de que esteja circulando em Cataguases) e por causa das festas de fim de ano. A expectativa da Secretaria de Saúde de Cataguases é que a partir da próxima semana o número de novos casos volte a diminuir.

Já o Hospital de Cataguases informou nesta tarde que a UTI Covid abriga 2 pacientes, ambos de Cataguases, sendo um suspeito e outro positivo para a doença. A Enfermaria Covid tem sete pacientes internados, sendo 4 de Cataguases (dois suspeitos e dois confirmados) e 3 positivos de Dona Euzébia. O mesmo boletim acrescenta que nas últimas 24 horas não ocorreram óbitos pela doença nem alta hospitalar.

Em Além Paraíba…

Enquanto Cataguases e municípios da região, como Carmo e Sapucaia, apresentam inúmeros casos de Covid-19, em Além Paraíba não existe registro por parte da Secretaria Municipal de Saúde ou do Hospital São Salvador que está sob intervenção municipal.

A situação é bastante estranha, já que existem informações de que vários casos ocorreram no município alemparaibano e os números não foram apresentados pela municipalidade que parece estar mais preocupada em atos de politicagem e outros não inerentes à coisa pública. Até quando o povo alemparaibano será obrigado a ficar desinformado das coisas que acontecem no município?

Fonte: Parte do Site de Marcelo Lopes