Crianças de 5 a 11 anos começam a ser vacinadas em Além Paraíba e Santo Antônio do Aventureiro

Crianças de 5 a 11 anos começaram a ser vacinadas hoje em Além Paraiba, quando estão sendo vacinadas na APAE os alunos e usuários do CER, Centro Especializado em Reabilitação. Amanhã, das 08:00 às 16:00 horas, no Cine Teatro Brasil haverá vacinação de crianças.

Também no município de Santo Antônio do Aventureiro as crianças em 5 e 11 anos estão sendo vacinadas, informou a secretária municipal de Saúde Ana Lúcia Caçador. As crianças devem comparecer nas unidades de saúde existentes na sede do município, no distrito de São Domingos e na Vila de Alto da Conceição. A titular da pasta da Saúde de Santo Antônoio do Aventureiro ainda informou que para ser vacinada a criança deve estar acompanhada dos país, e que caso não esteja acompanhada precisará levar uma autorização assinada pelo responsável e estar acompanhada por um adulto. Será preciso ainda levar comprovante de comorbidade, cartão do SUS, CPF e comprovante de residência.

Minas distribui CoronaVac para imunizar crianças

Minas Gerais iniciou nesta segunda-feira (24) a distribuição de 400 mil doses da vacina CoronaVac para as cidades do interior para a imunização de crianças contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, as vacinas vão sair da Central Estadual da Rede de Frio ou serão usadas as que já estão nas Unidades Regionais de Saúde.

Serão vacinadas crianças e adolescente com idades entre 6 e 17 anos, conforme aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que os vacinados não sejam imunossuprimidos. O governador Romeu Zema já tinha anunciado que as doses de CoronaVac iriam ser utilizadas para vacinar crianças e adolescentes.

MS incluiu CoronaVac na vacinação infantil

O Ministério da Saúde anunciou, sexta-feira (21), a inclusão no PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação) da vacina contra a Covid-19 da CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O anúncio foi feito pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz.Cruz, que informou que a pasta encaminhará ofício aos estados para saber quantas doses do imunizante eles possuem e se precisam receber mais unidades. Segundo o técnico, há cerca de três milhões de doses em posse dos estados — o Distrito Federal, por exemplo, tem 500 mil em estoque.

Rodrigo Cruz destacou, contudo, que já identificou ao menos 12 estados que não têm doses da CoronaVac. Uma reunião deve ser realizada nos próximos dias para resolver o impasse.

Fontes: Rádio CPN, Agência Minas / Agência Brasil