Anatel aprova repasse das linhas móveis da Oi para as operadoras Claro, Tim e Vivo

O Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou a transferência das frequências móveis da operadora Oi ao consórcio formado pela Claro, Tim e Vivo.

Em processo de recuperação judicial, a Oi vendeu em leilão, em 2020, seus ativos móveis, que acabaram sendo arrematados pelas suas rivais por R$ 16,5 bilhões. Apesar da compra, as operadoras ganhadoras do certame ainda necessitavam de uma anuência da Anatel para terem a liberação para explorar o serviço, o que ocorreu em reunião realizada na última segunda-feira, 31 de janeiro.

O setor móvel da Oi, responsável pelos chips de internet e telefonia para celulares, agora vai ser dividido entre Claro, Tim e Vivo.

Fonte: Rádio CPN com informações da Anatel