Dona Euzébia obtém Licença Ambiental para construção de uma ETE

A obra deve custar R$ 13 milhões e o município busca agora estes recursos.

A Prefeitura de Dona Euzébia informou na segunda-feira, 7 de fevereiro, que obteve da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais, a Licença Ambiental para a instalação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) naquele município. O prefeito Manoel Franklin Rodrigues, o Nenzinho, comemorou a conquista. “Trata-se do resultado de um trabalho incansável de toda a equipe da administração que tem o compromisso de proporcionar uma cidade cada vez melhor para nossos cidadãos em todos os aspectos.”

Conforme explicou o prefeito, “a obtenção do licenciamento ambiental é a fase mais importante e complexa para a construção e operação de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), por se tratar de uma obra capaz de gerar inúmeros impactos ambientais e grandes intervenções no município, que precisa ser obtida antes de qualquer obra de grande porte.” Neste sentido, acrescentou o chefe do executivo, desde o início do ano passado, a prefeitura se programou e trabalhou “incansavelmente” para obter esta licença. Para isso contratou a empresa de Consultoria ARES Soluções Ambientais que fez os estudos ambientais necessários e formalizou o processo de licenciamento (na foto principal, a advogada Renata Lopes Vieira, com o prefeito Nenzinho).

Agora o município vai inscrever o Projeto da Estação de Tratamento de Esgotos e a Licença Ambiental nos Editais de Financiamento de Obras Públicas na AGEVAP e FUNASA, para pleitear os recursos necessários à execução das obras, uma vez que trata-se de projeto com elevados custos de execução, estimados em mais de R$ 13 milhões, informou Nenzinho. Ele completou dizendo que a ETE será construída em terreno do município às margens do rio Pomba, “tão logo os recursos sejam liberados.”

O prefeito disse também que a construção da referida Estação de Tratamento, “trará inúmeros benefícios diretos à população, especialmente aos moradores das ruas cortadas pelo córrego da Taboca, que convive com o esgoto ali lançado, beneficiando também, de forma indireta, a todos os usuários dos recursos hídricos no município, melhorando os níveis de bem estar, de saúde pública e de qualidade de vida em Dona Euzébia”, finalizou Nenzinho.

Fonte: Site Marcelo Lopes / Fotos: Prefeitura de Dona Euzébia