EUROPA EM GUERRA

Guerra Rússia X Ucrânia – operação militar inicia em Kiev nesta madrugada

Movimentação de tropas russas também levou Kiev a mobilizar cerca de 200 mil reservistas; por volta de 1h dessa madrugada, agências relataram disparos de artilharia em Kiev

Putin anuncia ação militar na Ucrânia – Foto: Attila KISBENEDEK / AFP

O presidente russo Vladimir Putin anunciou, nas primeiras horas da manhã de hoje, o início da operação militar em Donbass, no leste da Ucrânia, “para defender os separatistas no leste do país”. Ação é vista como o início da guerra entre os países.

Ironicamente, o presidente da Rússia foi à TV no mesmo momento em que os Estados Unidos faziam seu pronunciamento na reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Na mensagem televisionada, o mandatário russo pediu aos militares ucranianos que “deponham as armas”. Ontem, a Rússia já havia declarado que recebeu um pedido de ajuda dos separatistas pró-Rússia para “combater” o exército ucraniano.

Cenas do bombardeio

Ameaças a quem interferir

Segundo agências de notícias europeias, Putin prometeu retaliação a quem interferir na operação. A agência de notícias Reuters informou hoje, por volta de 0h30 (horário de Brasília), que era possível ouvir, da capital Kiev, uma série de sons distantes, similares a disparos de artilharia.

Segundo o comunicado, Putin disse que não poderia tolerar mais ameaças do vizinho e que as circunstâncias demandavam uma ação decisiva da Rússia no leste ucraniano.Ele defendeu a opção pela operação para “proteger as pessoas”. De acordo com ele, a intenção não é ocupar o território ucraniano.

ONU debate crise

O anúncio foi feito exatamente ao mesmo tempo que uma reunião emergencial do Conselho de Segurança da ONU debatia a crise. Na abertura da reunião, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, fez um pedido claro ao líder russo.

“Se uma operação está sendo preparada, eu realmente digo do fundo do coração: impeça suas tropas de atacar a Ucrânia. Dê uma chance a paz. Muitas pessoas já morreram”.

Entenda o conflito em vídeo

Movimentação ucraniana

Ao longo do dia, a Ucrânia mobilizou seus reservistas de 18 a 60 anos, aprovou um estado de emergência e anunciou que havia sido vítima de um novo ataque cibernético em massa.

“Quase 200 mil soldados russos” estão posicionados na fronteira com a Ucrânia, disse ontem, antes do início da ação militar, o presidente ucraniano Volodimir Zelensky.

Ele fez um discurso à nação, acrescentando ter solicitado sem sucesso uma reunião com seu par russo. Zelensky alertou que a situação pode levar a “uma grande guerra na Europa”.

FONTE: https://www.otempo.com.br/

ATUALIZAÇÃO (08:09)

UCRÂNIA declara que 40 russos foram mortos e 10 caças abatidos em suas fronteiras. – CNN

Depois de ataque, Ucrânia fecha espaço aéreo para voos civis Governo cita alto risco à segurança; Rússia invadiu o país na madrugada desta 5ª feira (24.fev). (www.poder360.com.br)

Aviões sobrevoam região da Ucrânia
Tráfego aéreo na região da Ucrânia às 7h05 (horário de Brasília) de 5ª feira (24.fev.2022).

Sistemas de defesa aérea da Ucrânia foram eliminados, diz Defesa da Rússia – (www.forte.jor.br)

Locais atacados por mísseis russos na Ucrânia.


Esta matéria será atualizada ao longo do dia!!!!