CONFLITO RÚSSIA / UCRÂNIA

Putin diz que só para de atacar se Kiev aceitar seus termos

Putin diz que só para de atacar se Kiev aceitar seus termos. (Foto: Igor Gielow)

Putin repetiu que está aberto a negociar com Kiev, mas que só vai parar sua ação militar se os ucranianos aceitarem os termos de rendição propostos pelo Kremlin: desmilitarizar o país e renunciar à ideia de unir-se à Otan.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, falou ao telefone com Vladimir Putin ontem, domingo (6), e pediu ao russo que declare um cessar-fogo para negociar uma saída diplomática para a guerra na Ucrânia.

Putin repetiu que está aberto a negociar com Kiev, mas que só vai parar sua ação militar se os ucranianos aceitarem os termos de rendição propostos pelo Kremlin: desmilitarizar o país e renunciar à ideia de unir-se à Otan.

Ataque a Odessa

Também no domingo, o presidente Volodimir Zelenski (Ucrânia) disse que os russos preparam um ataque ao maior porto do país, Odessa, e com isso visam fechar o acesso de Kiev ao Mar Negro de vez, tomando territórios que vão da costa do Donbass à fronteira com a Romênia.

Ele parece certo, dado que as forças de Vladimir Putin já tomaram áreas a leste do porto e hoje bombardearam o aeroporto de Vinitsia, que poderia dar apoio aéreo a Odessa.

Fonte: Folha Press