Representantes de blocos e escolas de samba começam a discutir o carnaval 2023

A roda de conversa “Os Bambas do Samba”, teve assuntos de reorganização e união entre as agremiações. (Foto: Jornal Agora)

Além dos bailes e festas carnavalescas em bares e clubes, na segunda-feira de Carnaval, 28 de fevereiro, com iniciativa do mestre de bateria Serginho Pacheco e o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e dos vereadores Mateus Cruz e de Luiz do Matadouro; representantes de escolas de samba e blocos carnavalescos de Além Paraíba participaram da primeira roda de conversa “Os Bambas do Samba”,  na sede da União da Colina, no Morro da Conceição.

Segundo o mestre Serginho Pacheco, que conversou com o repórter Thiago Filgueiras (Jornal Agora),  de início a ideia era a de montar uma exposição de fotos e fantasias, no Cine Teatro Brasil, porém, por conta das restrições da pandemia, esse evento cultural precisou ser adiado. Serginho Pacheco, então, resolveu fazer um evento menor, que reunisse menos pessoas. Daí surgiu a  ideia dessa “roda de conversa”, com alguns nomes do samba local.

Essa conversa foi o ponto mais importante do carnaval desse ano, já que desde 2018 não se tem desfiles de escolas de samba e blocos carnavalescos em Além Paraíba.

O encontro teve início com uma homenagem simbólica – um minuto de silêncio- a dois grandes nomes do carnaval que recentemente partiram para o plano espiritual: Paulo Rocha, o “Paulão”, e Rosemary Fernandes, a “Merinha da Saudade”.

Mestre de Bateria Serginho Pacheco, um dos responsáveis pelo encontro realizado na sede da União da Colina. (Foto: Jornal Agora)

Em seguida, figuras ligadas aos blocos e escolas de samba, passaram a relembrar memoráveis desfiles. A roda de conversa “Os Bambas do Samba”, também teve assuntos de reorganização e união necessárias ao futuro das agremiações no carnaval de Além Paraíba. Após longa e boa conversa, foi servido um caldo para os presentes ao encontro, tudo com muito samba e cerveja gelada. Toda a resenha carnavalesca seguiu dentro das recomendações dos protocolos do decreto de pandemia vigente no município.

Na última semana, Serginho esteve presente na Câmara Municipal de Além Paraíba, para relatar aos vereadores a situação das escolas de samba e blocos carnavalescos locais.

“A proposta é promover a união de todas as agremiações. O que nós queremos é o nosso carnaval de volta. Enquanto eu tiver forças, vou brigar por isso. Precisamos corrigir os erros e lutar pela realização dos desfiles”, enfatizou o mestre Serginho Pacheco ao repórter Thiago Filgueiras

Fonte e fotos: Jornal Agora – Por Thiago Filgueiras