Comarca de Além Paraíba ganha novo fórum

Presidente Gilson Lemes descerrou a fita inaugural de prédio amplo, seguro e moderno.

O 12º novo fórum com obras executadas na atual gestão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foi inaugurado na última sexta-feira, 18 de março. Instalado na Comarca de Além Paraíba, o Fórum Nelson Hungria substitui o anterior, que foi construído nos anos 1950 e já não oferecia condições adequadas para atender ao jurisdicionado.

A área ocupada pelo prédio do novo fórum tem 2.150 m² e conta com acessibilidade, amplo espaço para as secretarias, gabinetes dos magistrados, salas de administração, arquivo e Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania (Cejusc), além de estacionamento. O novo Fórum Nelson Hungria na Comarca de Além Paraíba está localizado na Avenida Doutor José Avelino de Freitas s/n, Ilha do Lazareto, Centro de Além Paraíba.

A Comarca de Além Paraíba é de segunda entrância e conta com três magistrados. Também agrega as cidades de Santo Antônio do Aventureiro e Volta Grande, além dos distritos de Angustura, São Domingos e Trimonte. Possui atualmente cerca de 9 mil processos ativos.

Na abertura da solenidade de inauguração, conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Gilson Soares Lemes, foi executado o Hino Nacional e hasteadas as Bandeiras do Brasil, de Minas Gerais e do Poder Judiciário. Em seguida, o presidente Gilson Soares Lemes descerrou a fita de inauguração ao lado do diretor do foro da Comarca de Além Paraíba, juiz Diego Teixeira Martinez, e de outras autoridades e convidados.

Homenagem

Durante a cerimônia, o presidente Gilson Lemes foi homenageado com uma placa pelo empenho que dedicou à construção do novo fórum de Além Paraíba. “É uma grande alegria e honra estar aqui na Comarca de Além Paraíba, participando desta inauguração. Juntamente com a entrega oficial deste novo prédio, está sendo edificada mais uma importante página desta comarca, que em 16 de maio próximo completa 130 anos de instalação. Estamos mostrando aos alemparaibanos que estamos atentos às demandas da comunidade”, ressaltou.

Ele disse que o antigo fórum tornou-se ultrapassado para atender à crescente demanda da comunidade por Justiça e à modernização que os novos tempos exigem. “Aqui, refiro-me não apenas ao aspecto tecnológico, mas também à necessidade premente de oferecermos à sociedade edificações acessíveis e sustentáveis”, acrescentou o presidente.

Iniciada no primeiro semestre de 2020, a obra teve um custo superior a R$ 8,6 milhões.

Fonte: TJMG | Foto: Mirna de Moura/TJMG